quarta-feira, 30 de maio de 2012

Câmara de Campos aprova vários Decretos Legislativos




O Assessor de Imprensa da Empresa Águas do Paraíba, Adelfran Lacerda será mais um jornalista homenageado na Sessão Solene da Câmara de Vereadores que acontecerá em agosto, durante as festividades do Santíssimo Salvador. O Decreto, de autoria do vereador Jorge Magal concederá a ele a Comenda Ordem do Mérito Doutor Mário Ferraz Sampaio. Adelfran Lacerda é campista e filho de Aderbal de Matos e Marlene Lacerda de Matos e já atuou em jornais, revistas, rádio e televisão (ocupando todas as funções: repórter, redator, secretário, editor, editor-geral e gerente); consultoria; implantação, desenvolvimento e atuação em assessoria de comunicação em instituições públicas, privadas, empresas e Poderes Executivo e Legislativo de Campos.

Outro homenageado com a mesma Comenda é o jornalista e Assessor de Imprensa da Câmara de Vereadores, Fabrício Cabral. A autoria do Decreto é do vereador Nelson Nahim. Fabrício é graduado em Letras (Português e Inglês) pela FAFIC e em Comunicação Social (Jornalismo), também pela FAFIC e pós graduado em publicidade e propaganda (Marketing) em Assessoria de Comunicação. Trabalhou no Jornal o Diário, na Fenorte, na Empresa de Assessoria Ltda e na Prefeitura Municipal de Campos.

Outros Decretos Legislativos homenageando jornalistas  e radialistas estão ainda em tramitação no Legislativo.

O Coronel Almir Porto também receberá a homenagem. O Decreto Ordem Municipal do Mérito também foi aprovado por unanimidade e é de autoria do vereador Jorge Magal. Filho de Myrtes Gonçalves de Oliveira e Alair Porto de Oliveira, Almir Porto já foi condecorado várias vezes com medalhas de 10, 20 e 30 anos de bons serviços prestados à Polícia Militar. Também já recebeu a Medalha Tiradentes da Assembléia Legislativa. Em 1995 recebeu o Troféu Destaque como melhor policial. Recebeu nos anos de 2000 e 2001 o Diploma Gente Muito Importante. Já foi condecorado com os  Títulos de Cidadão Itaperunense, Cardosense, Fidelense, Lajense (Laje do Muriaé), Cidadão Ubaense de São José de Ubá, Ordem do Mérito Benta Pereira da Câmara de Campos e Comenda do Mérito Municipal de Italva.

Outros Decretos foram aprovados nesta quarta-feira, no Legislativo, entre eles: Ordem do Mérito  Doutor Paulo Pinto ao Procurador da Prefeitura, Francisco de Assis Pessanha Filho, de autoria do vereador Altamir Bárbara.  Título de Cidadão Campista ao Bispo Dom Roberto Francisco Ferreria Paes, de autoria do vereador Jorge Rangel. Também Cidadão Campista o bancário Sérgio Eduardo Gomes Marins, de autoria do vereador Marcos Bacellar.

Outras pessoas que serão homenageadas: Patrícia Seixas Tinoco, Priscila Sá Champion Cabral, Gustavo Xavier de Freitas, Rutílio Caldas Pessanha (vereador Altamir Bárbara), Marcos Sérgio Melo Silva (Jaildo Vieira Reis), Arlete Monteiro Sales, Nilton Miranda da Silva (Nelson Nahim) e Zenilda Ferreira Alves (Odisséia Carvalho).

Cláudio Andrade será homenageado pela Câmara de Campos






Aprovado, por unanimidade, Decreto Legislativo concedendo a Ordem do Mérito Paulo Pinto ao advogado e blogueiro Cláudio Andrade. Nas três sessões da Câmara Municipal de Campos, realizadas na manhã desta quarta-feira (30), o Decreto, de autoria do vereador Marcos Bacellar foi aprovado em turno único e Redação Final. A Comenda será dada em agosto, durante as festividades do Santíssimo Salvador. Por telefone agora pouco, Cláudio Andrade agradeceu a Câmara e a todos os vereadores pela aprovação do projeto.

Cláudio Nogueira Andrade Filho nasceu em Campos dos Goytacazes no dia 06 de Setembro de 1972, casado, pai de dois filhos. Filho do comerciante Cláudio Nogueira Andrade (China) e da professora municipal aposentada Tereza Maria Alves Andrade. Iniciou seu curso de direito na universidade Santa Úrsula no bairro de Botafogo no Rio de Janeiro e posteriormente retornou a Campos e foi bacharel da primeira turma de formandos da Universidade Salgado de Oliveira.

Cláudio sempre foi um adorador da vida pública, tanto é verdade que ingressou no rádio, na Campos Difusora onde tinha um quadro "O Direito de Saber Direito" que mais tarde se tornou um programa fixo na emissora e também na rádio Continental de Campos. Nesse contexto foram quase seis anos de rádio.

Cláudio também sempre foi um apaixonado pela escrita. Tanto é verdade que por 09 anos teve uma coluna fixa, todas as quintas, no jornal O Diário de Campos dos Goytacazes. Essa frequência fez com que ele publicasse um livro de nome "Direito, Política e Sociedade" lançado no ano de 2008 no auditório da Universidade Candido Mendes onde leciona nos cursos de Direito, Administração, Ciências Contábeis e Mercado Varejista há dez anos.

Em dez anos de instituição Cláudio já foi homenageado por mais de 10 turmas de cursos diferentes, reconhecimento dos alunos aos seus feitos enquanto docente.

Membro da OAB de Campos dos Goytacazes Cláudio já presidiu duas comissões. Dependências Químicas e também a OAB Jovem.

Hoje Cláudio é articulista de vários sites pelo país, dando destaque ao Portal Ururau, Bem Viver e Campos Noticia de Campos dos Goytacazes, Pablo Stolze na Bahia, Santa Política no Mato Grosso, Luis Nassif em São Paulo e OZK em São João da Barra.

Cláudio Andrade é coordenador do setor Jurídico de Família da Candido Mendes, gerenciador do blog Cláudio Andrade, sendo que já exerceu os seguintes cargos: Membro do Conselho Municipal da Mulher; Assessor Jurídico do Conselho Municipal do Idoso; Coordenador do Setor Jurídico do Centro Dia, Ex-Conciliador do Juizado Adjunto Cível da Comarca de São João da Barra, Ex-Delegado da Associação Fluminense de Advogados Trabalhistas e Membro do Departamento Jurídico eleitoral da Prefeita Carla Machado de São João da Barra nas eleições 2008 e bacharelando em Relações Internacionais.



terça-feira, 29 de maio de 2012

Nelson Nahim desabafa em plenário



Após as declarações do deputado federal Anthony Garotinho (PR), que o colocou como inimigo, o presidente da Câmara de Campos, vereador Nelson Nahim (PPL), fez mais um desabafo e contou que, em 2010, após a cassação da prefeita Rosinha Garotinho (PR), houve uma articulação de Garotinho para destituir Rogério Matoso (PPS) da presidência da Câmara. Agora, em 2012, Nahim disse que algo parecido poderia estar sendo articulado contra ele. Além disso, voltou a citar a ONG ligada ao irmão. “As pessoas não podem ser tratadas como propriedade. Dizer que os que estão comigo são inimigos. Isso aqui é ditadura? Vamos ter aula com Pinochet? Se não votar em alguém vira inimigo? Isso é deprimente. Pessoas que se acham donos da verdade. Eu disse o que a cidade inteira sabe. Temos em Campos uma ONG que paga para as pessoas frequentarem cursos. Existem listas e mais listas de pessoas de Santo Eduardo ao Farol de São Thomé que recebem pela ONG. É uma guerra suja. Quando assumi em 2010 fui chamado para ir ao PR e o objetivo de Garotinho era destituir o vice Rogério Matoso. Hoje já estou ouvindo que tem gente querendo fazer algo do tipo. Não duvido, porque ele já tentou fazer lá atrás com Rogério. Se quiser fazer algo para me destituir, podem fazer. Mas tenham motivos”, finalizou Nahim.

Episódio do PTB — Na sessão de hoje (29), Nelson Nahim também comentou sobre o PTB e classificou o presidente do partido em Campos, Edson Batista, como “o mesmo vassalo de sempre”. “Sou presidente do PPL. Não preciso procurar ninguém para ter partido. O deputado (Marcus Vinícius) é que estava insatisfeito. Ele me pediu para ir até a Alerj. O deputado se disse traído com Garotinho e afirmou que o partido estava sendo usado em Campos. Tenho como testemunha vários deputados estaduais. Que papelão que esse deputado faz. Quero dizer ao vereador Edson Batista que ele continua sendo o mesmo vassalo de sempre. Bacellar o chamou de capacho várias vezes com o dedo em riste. Não sou inimigo, mas não sou capacho de ninguém. O vereador Edson Batista foi dizer que eu estou com dificuldade na minha nominata. Quem é ele para dizer isso. O vereador Edson Batista é ruim de voto”, completou Nahim.

Bacellar fica sem falar — Como a bamcada governista não votou pela prorrogação da sessão, os trabalhos foram interrompidos às 11h. Sendo assim, o vereador Marcos Bacellar (PDT), que estava inscrito para falar e prometia um discurso bombástico, teve que deixar o plenário sem fazer o seu desabafo. “Isso é um absurdo”, gritou Bacellar antes do encerramento.

Fonte: Alexandre Bastos/ Folha da Manhã

segunda-feira, 28 de maio de 2012

Concurso Público de Campos dos Goytacazes - Cepeurj divulga lista com dezenas de candidatos eliminados por tentativa de fraude


O Centro de Produção da Universidade do Estado do Rio de Janeiro responsável pela organização do 'Concurso Público da Prefeitura Municipal de Campos dos Goytacazes', divulgou nota informando a eliminação de 12 candidatos por tentativa de fraude. 

Segundo a Comissão Organizadora do Concurso em razão da atuação da 1ª Promotoria de Justiça que resultou na prisão dos candidatos abaixo listados, sendo a atuação devidamente informada através do ofício nº 361/12 - 1ª PIP, expedido em razão do MPRJ 2012.00315476, determina-se a exclusão do concurso dos candidatos abaixo por tentativa de burla e fraude, conforme item 15.4 do edital do certame.
Postada por Washington Luiz - Blog Momento Verdadeiro

Confiram os Gabaritos das provas do ensino médio do Concurso da PMC realizado neste domingo (27-05)








 Agente de trânsito:

Fiscal de urbanismo

Instrutor de Artes

Técnico em Contabilidade

Técnico em Eletrônica

Técnico em Enfermagem

Técnico em Farmácia

Técnico em Informática

Técnico em Mecânica

Técnico em Radiologia

Quantos martelos tem dentro de um ônibus?


Amigos do Blog, vocês sabem quantos martelos tem dentro de um ônibus?  Não? Eu também não. Aliás, nem os motoristas de ônibus que trabalharam na Uenf durante a prova para Fiscal de Transporte souberam responder na tarde deste domingo. São seis martelos e eu respondi quatro, mas no último ônibus que entrei não havia nenhum.

Eu e minha amiga Clarissa Braga já rimos pra caramba das perguntas que caíram na prova. Gente foi coisa do outro mundo. Eu tive acesso a primeira prova, e caíram várias questões do simulado do DETRAN. Desta vez, só caíram, aproximadamente, cinco questões. O resto, eles tiraram nem imagino de onde.

A segunda pergunta tb ninguém chegou a uma conclusão. Só sei a resposta porque vi no gabarito: Qual o peso máximo em toneladas, para o eixo dianteiro e traseiro de um ônibus convencional, eixo simples e rodagem singela? Entrei em três ônibus, para perguntar aos motoristas. Cada ônibus tinha uma placa com informações diferentes. O primeiro 6,5 e 10,5 respectivamente; no segundo ônibus 5,0 e 8,0, no terceiro, a placa estava perto do calcanhar do motorista e não deu para ler. A resposta é 6 e 10. Mas, por que cada ônibus tem eixos diferenciados?

Outra sobre ônibus: Segundo a regulamentação do CONATRAN que estabelece os requisitos de segurança para ônibus de fabricação nacional e estrangeira, de que tipo as poltronas devem ser?  a) achegada     b) colapsivel   c) extrudente ou   d) confortável. A maioria que respondeu a última opção se ferrou, pois a resposta é a letra b. Vê se pode! Nem o chefe da EMUT e nem da Guarda Municipal deve saber que a resposta: COLAPSIVEL. O que é isso?

Outra do fundo do baú que a Cepuerj arrumou: o condutor de veículo de um país estrangeiro e nele habilitado poderá dirigir no território nacional pelo prazo máximo de quantos dias:   a) 180   b) 120   c) 90 ou   d) 60 .  A resposta certa é a letra b. 

Eu estudei muito gente. Acertava todas as questões do simulado do DETRAN e devorei a cartilha da Auto Escola Betel e ainda comprei uma apostila com CD  específico. Não caiu quase nada. Eu estudei  os sintomas de  várias doenças decorrentes de acidentes, como: parada cardíaca, cardiorrespiratória, choque, convulsão, afogamento, hemorragias. Estudei toda parte mecânica, parte fixa, móvel, amperímetro, tacômetro, manômetro, transmissão, alimentação do veículo, sistema elétrico, enfim, muita coisa. Cheguei a ir à oficina de um amigo, para ele explicar algumas coisas.

Decorei todos os tipos de infrações, as placas de regulamentação, advertência, indicação e turística, toda a legislação de trânsito, os crimes de trânsito, suspensão, cassação da CNH, as medidas administrativas, aquaplanagem, distância de segmento, frenagem, distância de parada, todos os tipos de colisões, classificação das vias, direção defensiva: imprudência, negligência, imperícia, ação evasiva, os fatores físicos, condições adversas, os efeitos do álcool, conceitos dos tempos, transportes de crianças, direitos dos pedestre, dos ciclistas e dos motociclistas, enfim, não fiz outra coisa senão estudar.

Das 30 questões de trânsito, só acertei 15. O meu consolo é saber que milhares de pessoas vão errar mais do que eu. As dez questões de português foram de lascar. Essa prova não foi para ensino médio, foi para ensino superior, pois estava difícil demais. O texto sem nexo, solto e sem sentido: ...Já que sou, o jeito é ser. Clarice Lispector in a Hora da estrela. A maioria não entendeu o que a autora quis dizer.

Por que a prova mudou tanto em relação a primeira? Onde eles foram buscar essas perguntas para ferrar todo mundo. Quando entrei no ônibus (estava cheio e perguntei sobre o peso em eixo e o motorista leu a placa e respondeu 6,5 e 10,5 falei com todos do ônibus. Olha gente, essa resposta não está aqui na prova. Depois no segundo ônibus, quando o motorista falou 5,0 e 8,0, relatei o que tinha acontecido com o primeiro ônibus  ao pessoal e disse novamente: a resposta não está aqui. Acho que essa questão cabe recurso.


Outra questão que eu jurava ter acertado foi em relação a DVD em carros. Respondi que deveria ser permitido apenas para os ocupantes dos bancos traseiros. A resposta certa diz que é permitido, mas deve possuir mecanismo automático que o torne inoperante quando o veiculo estiver em movimento.

 Só mais uma para não ficar ainda mais cansativo: Para que as penalidades decorrentes das infrações de trânsito cometidas em unidades de Federação diferentes das de licenciamento do veículo sejam inseridas no Renavan e no Renach é necessário que estejam registradas no:   a) Renainf           b) Renifra
c) Renfranit   ou d) Renitran. A resposta certa é a letra a. Alguém já ouviu falar desse órgão: RENAINF?

Aplica essa prova aos guardas municipais e aos fiscais da Emut de Campos para ver se eles vão saber responder essas perguntas?  Tem que rir pra não chorar, mas tinha que compartilhar com vocês essas aberrações, pois no final da prova vários candidados se aglomeraram para discutir a prova  e essas questões que eu citei ninguém  sabia a resposta. Foram muitas as reclamações, pois a outra prova que foi cancelada, a maioria da perguntas foi retirada do Site do DETRAN. Todos esperavam que dessa vez  fosse a mesma coisa. Parece que o Cepuerj está com raiva dos candidatos. Tem que ficar com raiva da pessoa que ligou para o celular de Rosinha  e a fez anular a prova. Nós não temos nada com isso.

Quem quiser a prova inteira, amanhã vou scanear e mando para o e-mail de vcs ok. É só vcs me informarem. Se essas perguntas não constam no DETRAN, no livro específico que comprei, nos livros das auto-escolas e nem os motoristas de ônibus sabem a resposta é porque foi pra ferrar todo mundo mesmo. Não perdi meu tempo estudando. Aprendi muito.  E se não era para ser é porque Deus tem coisa melhor para mim. Desculpe ter me alongado pessoal e obrigada pela força.  Quantos martelos eu preciso para bater na cabeça da equipe que elaborou essa prova?  Minha velhice ainda não está garantida. Não foi dessa vez.

sexta-feira, 25 de maio de 2012

Decretos Legislativos para homenagear radialistas e jornalistas começam a tramitar na Câmara de Campos

Na pauta da Câmara Municipal de Campos do último dia 23 (quarta-feira) vários Decretos Legislativos começaram a tramitar para entrega de Comendas na sessão Solene que ocorre em agosto. Os projetos foram encaminhados para as Comissões de Trabalho do Legislativo e retornarão para votação em Turno Único e Redação Final.  Outros profissionais da Comunicação estão com processos tramitando e outros ainda faltam tramitar. Veja a relação de alguns colegas radialistas e jornalistas que serão agraciados com suas respectivas Comendas:

VEREADOR JORGE SANTANA DE AZEREDO - Magal

- Projeto de Decreto Legislativo nº 0043/2012 – Concede a Ordem do Mérito José Cândido de Carvalho ao Sr. Vilmar Ferreira Rangel.

 - Projeto de Decreto Legislativo nº 0044/2012 – Concede a Ordem do Mérito Benta Pereira ao Sr. Carlos Augusto Borges Leal. (Cacau Borges)

- Projeto de Decreto Legislativo nº 0053/2012 – Concede a Ordem do Mérito Benta Pereira ao Sr. Gerson Caldas.

- Projeto de Decreto Legislativo nº 0054/2012 – Concede a Ordem do Mérito Benta Pereira ao Sr. Fabiano Venâncio.

- Projeto de Decreto Legislativo nº 0055/2012 – Concede a Ordem do Mérito Benta Pereira ao Sr. Rone Pereira Gama.

- Projeto de Decreto Legislativo nº 0056/2012 – Concede a Ordem do Mérito Benta Pereira ao Sr. Washington Luiz Teixeira.

Confira a relação no Site:  http://www.camaracampos.rj.gov.br  - Pautas  23-05-2012

Mãe salva vida de filho durante incêndio provocado por vela em casa no Parque São José

Guarus: criança de 2 anos dormia no quarto incendiado depois que sua mãe acendeu uma vela por causa da falta de energia


 
 Fotos Campos 24 hs

Um incêndio ocorreu por volta das 22h desta quinta-feira (24/05), após a falta de energia elétrica na Avenida Rio Grande do Sul, no Parque São José, em Guarus, Campos. Segundo o Corpo de Bombeiros, a cabeleireira Fernanda Fernandes, que reside no sobrado nº  70 da Rio Grande do Sul, acendeu uma vela no quarto de seu filho Arthur Fernandes, de 2 anos, em razão da falta de energia, que durou aproximadamente três horas. 

Cerca de 40 minutos depois de acender a vela, a cabeleireira, que estava no térreo do sobrado atendendo a clientes, percebeu a fumaça saindo do quarto onde estava seu filho e começou a gritar por socorro.

“Percebi a fumaça quando estava indo para cozinha e passei perto da escada para apanhar comida para meu filho. E aí comecei a gritar. Graças a Deus meu filho não saiu ferido”, disse Fernanda, que foi ajudada por vizinhos e duas clientes que estavam em seu salão.

 


Equipes do Corpo de Bombeiros chegaram ao local rapidamente e gastaram 10 mil litros de água durante cerca de três horas para combater o incêndio. O tenente Onofre, que comandou as equipes do Corpo de Bombeiros, fez uma alerta para as pessoas.

“Uma vela num local impróprio pode causar uma tragédia.  É preciso olhar, cuidadosamente, o que está a volta. Felizmente o caso dessa noite terminou sem vítimas” disse aliviado o tenente.

Vizinhos da cabeleireira estiveram no local para apoiá-la e se mostraram surpresos em razão das chamas terem destruído o quarto onde estava criança de dois anos em poucos minutos.

“Foi tudo muito rápido. Ouvimos os gritos de Fernanda e quando chegamos aqui, já havia muita fumaça”, contou uma vizinha.

Fotos e reportagens do Site Campos 24 hs

TSE confirma : Arnaldo Vianna elegível


Arnaldo França Vianna teve sua elegibilidade assegurada pelo Tribunal Superior Eleitoral(TSE) em votação ocorrida hoje. Arnaldo, que estava no Rio de Janeiro gravando sua participação no programa de televisão do PDT que irá ao ar no dia 13 de junho recebeu a notícia do seu advogado João Batista Oliveira por telefone .
Arnaldo informou ao Blog que a decisão do TSE só veio confirmar o que ele vem afirmando :
" não cometi nenhum ato de improbidade administrativa, não provoquei nenhum dano ao erário. Paguei a multa ao Tribunal de Contas da União pela entrega intempestiva da prestação de contas referente a um convênio para construção de casas populares com o Governo Federal , através da Caixa Econômica, demonstrei que o recurso foi aplicado corretamente e inclusive que a contrapartida da Prefeitura foi maior que a exigida. Não sou ficha suja!" disse o ex- prefeito .
Vianna disse ainda que aguarda maiores informações de seu advogado sobre quando os votos obtidos na última eleição para deputado federal serão reconhecidos . Mas afirma: " meu partido quer , e eu estou pronto para concorrer a sucessão municipal este ano."
No dia 29 de fevereiro o Estou Procurando ...(aqui) após julgamento favorável de outra ação no TSE, relacionada à eleição de 2008,  havia informado que a situação do ex-prefeito junto do TCU já estava revolvida. O que se confirma agora. Assim que o TSE examinou a documentação declarou a elegibilidade de Vianna.
Já a prefeita Rosinha Garotinho que se mantém no poder pendurada em uma liminar, depende do julgamento de mais duas ações .
 
Jane Nunes

Servidores insatisfeitos com o Siprosep




Todos estão insatisfeitos com o presidente do Siprosep, Sérgio Almeida

É fato: há hoje uma grande insatisfação por parte do servidor público em relação à falta de informação sobre o reajuste salarial da categoria. Esta insatisfação passa também pelo Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Campos (Siprosep) que, aos olhos dos servidores, não tem colocado a cara na reta em defesa dos direitos de seus contribuintes.

Recebi, por e-mail, a cópia de uma mensagem que foi encaminhada ao Siprosep através de seu site (na seção "Reclamações"), onde um funcionário do Hospital Ferreira Machado demonstra não só o seu, mas o sentimento de toda uma categoria. Leiam:

"Bom dia. Srs, estive aí no dia 22 de maio de 2012, às 14h, e li a solicitação de Sérgio Almeida à prefeita. Gostaria de saber em nome dos servidores a razão pela qual o Siprosep não está negociando o nosso aumento, uma vez que o pedido foi encaminhado à prefeitura e nada, além disso, foi feito. Ressalto que nós servidores somos a razão da existência do Siprosep. Uma vez que o servidor deixar o mesmo, ele pode vir a fechar, caso os servidores saiam em massa do mesmo, algo que está prestes a ocorrer devido à inércia por parte do mesmo. Existe um descontentamento geral por parte dos servidores da saúde, guarda e educação em relação ao Siprosep. Temos a Associação do HFM que está de vento em popa, em lutar por nossos interesses e sempre apresenta resolutividade, os dois servidores que a representam por fim são mais eficientes que todo o Siprosep. Como associado estou exercendo meu direito de cobrar por resultados e expor minhas críticas que foram construtivas e não depreciativas. Siprosep, acorde, ainda está em tempo".

Parabéns ao servidor M.F.N. por exercer, com coragem, a sua cidadania.

Obs.: abreviei o nome do servidor por minha própria decisão.
Rose David do Blog Estou procurando o Que Fazer

quinta-feira, 24 de maio de 2012

Rodrigo Simas machuca joelho durante ensaio do 'Dança dos Famosos'



  • Rodrigo Simas no desfile da Coca Cola Clothing, no Fashion Rio (12/1/12)
    Rodrigo Simas no desfile da Coca Cola Clothing, no Fashion Rio (12/1/12)

Rodrigo Simas, intérprete do marrento Leandro na novela “Fina Estampa”, pode não estar em busca de um relacionamento sério, mas tem as qualidades que muitas mulheres procuram: “Não sou um cara difícil de namorar, quase não sou ciumento e estou sempre de bom humor”, afirmou o ator.

Em entrevista à revista “Quem”, o ator contou ainda que não é muito assediado pelas mulheres, como muita gente pensa. “Às vezes tem uma ou outra garota que chega, mas é tranquilo. Eu sou um cara tranquilo. Quando saio para curtir com os amigos, é para curtir com eles”.

Simas também declarou que é bem diferente do seu personagem na novela global. “Sempre respeitei meus pais, nunca levantei a voz para eles”. Muito ligado á família, o ator confessou que também troca dicas de atuação com o irmão Bruno Gissoni, protagonista da última temporada de “Malhação”.

Simas também já tem planos para quando “Fina Estampa” acabar: voltar a estudar teatro. “Sei que ainda tenho que me esforçar muito para construir uma base sólida para a minha carreira, por isso quero voltar a estudar, quero aprender cada vez mais”.

Pagamento da prefeitura de São João da Barra começa segunda-feira

A prefeitura de São João da Barra irá efetuar o pagamento dos funcionários municipais nesta segunda-feira, dia 28. Seguindo o calendário de pagamentos estipulado no final do ano passado, a administração pública sanjoanense continua depositando os salários antes do final do mês.


Em março, a Administração Municipal reajustou os salários dos funcionários públicos em 14,13%, acompanhando o reajuste do salário mínimo concedido pelo Governo Federal. Com o aumento, o menor salário da prefeitura de São João da Barra chegou a R$ 695,24, ficando maior que o mínimo federal estipulado em R$ 622,00.


Neste mês também houve a troca da bandeira do Cartão Alimentação do Servidor, passando a ser administrado pela UNASP – União Nacional de Assistência aos Servidores Públicos. Os créditos de R$260,00 já estão valendo desde o dia 20 e só podem ser utilizados no município, garantindo a injeção mensal de 676 mil reais no comércio local.


Em junho a prefeitura vai pagar os salários no dia 29 e, no dia 15, pagará a primeira metade do décimo terceiro salário.



As informações são da Assecom da Prefeitura de SJB.

Semana da Imprensa começa neste sábado


 
O Cine Jornalismo da Associação de Imprensa Campista (AIC) deste sábado (26), às 16h, será com o filme “Blow Up - Depois daquele beijo”, seguido de bate-papo com o fotógrafo Diomarcelo Pessanha, na sede da AIC. A exibição marcará, também, a abertura da 22ª Semana da Imprensa – evento promovido tradicionalmente pela associação, com programação variada e entrada franca a todos os interessados em discutir o papel dos meios de comunicação.

Na segunda-feira (28), será feita a gravação do projeto "Memória AIC", às 19h, no Uniflu, com depoimento do jornalista e professor Orávio de Campos Soares.

Na terça (29), tem a primeira etapa do seminário "O estágio no jornalismo: de exploração de mão de obra a componente pedagógico", às 19h, na sala 220, do Uniflu. Participarão do evento os jornalistas: FulviaD`Alessandri (Uenf), Luiz Mário Concebida (Firjan) e Patrícia Daldegan (Ímpar Comunicação).
Na quarta (30), às 19h, no mesmo local, a programação segue com mesa formada por ex-alunos de Jornalismo do Uniflu que atuam no mercado regional: Clícia Cruz (site Ururau), Cássio Peixoto (jornal O Diário), Flávia Ribeiro (assessora do Programa Rio Rural), Vinícius Berto (rádio São Francisco FM) e Daniele Santos (TV Record).

Na quinta (31), tem a segunda etapa do seminário"O estágio no jornalismo: de exploração de mão de obra a componente pedagógico", com mesa composta pelos professores de jornalismo do Uniflu, às 19h.

Na sexta-feira (01), às 19h, mesa com ex-alunos de Jornalismo do Uniflu que atuam no mercado do Rio e de São Paulo: Felipe Sáles (Revista de História da Biblioteca Nacional), Filipe Figueira (TV Record Rio) e Luiza Buchaul (Portal IG).
Ainda na sexta-feira, só que na sede da AIC, às 21h, os colegas da imprensa estão convidados a curtir o III Balada Curta (que reunirá mostra de curtas metragens produzidos em Campos, Noite do Vinil, exposição fotográfica, música experimental e bar da imprensa). No domingo (03), tem o tradicional “Imprensa Pelada – Futebol dos Coleguinhas”, às 10h, no Clube Folha Seca.

A Semana da Imprensa é promovida pela AIC, com co-promoção do Curso de Jornalismo do Uniflu. O objetivo do evento é propiciar uma interação entre profissionais e estudantes de comunicação, além de incentivar a discussão sobre o papel da imprensa a todos os interessados no assunto. São parceiros do evento: a Rádio Educativa FM, o UNI-TV, a Fundação Cultural Jornalista Oswaldo Lima, a Casa das Tintas/Barão das Tintas, o Clube Folha Seca, a Casa da Fotografia e a Grafimar.

Amadas


Por e-mail

Olá Márcia,
recebo sempre suas notícias.
Gostaria de contar com seu apoio na divulgação do meu espetáculo!
Estaremos em cartaz nos dias 28, 29 e 30 de junho, nos teatros do Sesi em Macaé, Campos e Itaperuna.
Obrigada!

Teatro SESI Campos (RJ)

 Amadas
 Homenagem a Jorge Amado
 Trechos de personagens femininas e depoimentos deixados pelo autor, o espetáculo intercala textos    e  músicas que recriam a Bahia em toda a sua diversidade cultural.
 Data e hora: 29/6 às 20h
 Ingressos: R$ 15,00
 Classificação: 16 anos
 Ficha Técnica:
 Direção cênica: Katiana Rodrigues
 Direção musical: Fabiano Artiles
 Elenco: Eliana Carneiro, Fernanda Campos, Katiana Rodrigues, Neusinha da Hora e Simone Pedro
 Preparação corporal: Neusinha da Hora
 Preparação vocal: Jardel MaiaVer mais

Katiana Rodrigues

Vereadores de SJB também não se entendem






A sessão desta quinta-feira (24) da Câmara de São João da Barra teve início com a leitura da ata da reunião anterior, que, quando posta em discussão, foi questionada pelo vereador Aluízio Siqueira, que solicitou a correção de uma informação. Em seguida, ainda durante a sessão, o edil Antonio Manoel Machado Mariano(Camarão) contestou o pedido do colega – iniciando uma calorosa discussão – o que levou o presidente da Casa, Gerson Crispim (Gersinho), a suspender a reunião por cinco minutos. Mas como a ordem não foi restabelecida, por medida de segurança, Gersinho encerrou a sessão. A pauta prevista fica para a próxima segunda-feira (28).


Ascom/SJB

quarta-feira, 23 de maio de 2012

Empregada diz que mãe comemorou morte do filho em Duque de Caxias

Segundo doméstica, ela teria dito 'Ele foi para o inferno', após filho ser morto.
Mãe é suspeita de mandar matar o filho para administrar bens da família.





A empregada da idosa suspeita de mandar matar o próprio filho, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, para poder administrar os bens da família, afirmou que a mãe comemorou ao saber que os assassinos haviam concluído a execução, de acordo com o RJTV. Em depoimento à polícia, a doméstica Maria José da Silva contou que, na comemoração, a patroa, Maria Selma dos Santos, de 70 anos, chegou a dizer que o filho, José Fernandes dos Santos, tinha “ido para o inferno”. A mãe, a empregada e Isaac Paulo de Moraes, um dos suspeitos de executar o assassinato, estão presos temporariamente, por 30 dias, em Bangu, na Zona Oeste do Rio. Todos vão responder por homicídio duplamente qualificado.

A família Dos Santos é bastante conhecida em Duque de Caxias. O avô de José Fernandes foi prefeito por duas vezes da cidade, e também exerceu um mandato à frente da Prefeitura de Rio Bonito, no interior do estado. A família também era dona de um cartório em Caxias. Hoje de manhã, os vizinhos de Maria Selma estavam chocados.

Maria Selma foi presa, na terça-feira (22), acusada de encomendar a morte do próprio filho. Ela pagou R$ 20 mil para que um assassino cometesse o crime. De acordo com as investigações, ela queria administrar os bens da família, entre eles vários imóveis, que estavam nas mãos de José Fernandes, filho dela.

Testemunhas com mesmo advogado

A mulher, então, pediu que a empregada encontrasse alguém para matar o filho. Maria Jose´foi a única que confessou participação no assassinato. A polícia acusa Isaac de ter matado José Fernandes com quatro tiros, em 29 de novembro de 2011.

De acordo com as investigações, José Fernandes saía de casa em um carro, quando deixou o automóvel para fechar a porta da residência. Neste momento, dois homens em uma moto o cercaram e dispararam contra ele. Quatro tiros atingiram José, que morreu na hora. Isaac teria cometido o crime com outro suspeito, que ainda é procurado pela polícia. “Continuamos com a investigação em andamento para localizar o segundo atirador”, disse o delegado.

Os investigadores desconfiaram da idosa depois que várias testemunhas do caso prestaram depoimento acompanhados de um mesmo advogado. “Nós nunca tínhamos visto a mãe de uma vítima contratar advogado para acompanhar depoimento de testemunhas para o esclarecimento da morte do filho”, disse o delegado Márcio Esteves, da 59ª DP (Duque de Caxias), que está à frente do caso.

Foi uma investigação de seis meses. O delegado ficou muito impressionado com os dois primeiros depoimentos de Maria Selma. “No primeiro depoimento, acompanhado do advogado dela, Maria Selma disse que o filho era muito calado e que não tinha conhecimento das atividades do filho. Em nenhum momento ela demonstrou, ou levantou suspeita de ser a mandante do crime”, afirmou Esteves. “A equipe de policiais, a princípio, não desconfiou de nada. Só no decorrer das investigações chegamos a essa conclusão”, complementou.

“Maria Selma deu R$ 5 mil de entrada ao Isaac. Depois disso, a Maria Selma ficou pressionando a Maria José para que o Isaac concluísse o combinado: a morte de José Fernandes”, explicou o delegado. “Na terça-feira, tentamos ter uma declaração de Maria Selma, mas orientada pelo advogado, ela se reservou ao direito de falar somente em juízo. Na terça-feira, cumprimos um mandado de busca e apreensão, e localizamos R$ 147 mil em espécie, que está apreendido. A origem deve ser da administração de bens”, finalizou Esteves.

Fonte: G1

Nahim: “O prefeito de Campos é Garotinho”

nahim

O presidente da Câmara de Campos, Nelson Nahim (PPL), fez um desabafo durante a sessão de hoje. Segundo Nahim, o PPL não vai caminhar com a prefeita Rosinha Garotinho (PR). “Não podemos aceitar certas coisas. A prefeita Rosinha não decide nada. Quem governa é o deputado Garotinho, meu irmão. O prefeito de Campos é o deputado Garotinho. A prefeita não despacha com vereadores e, sinceramente, não consigo apoiar esse governo. Votar em Rosinha é ter mais quatro anos de Garotinho. Se ela fosse a prefeita eu daria um voto de confiança porque ela merece. Mas não é ela que governa”, disparou Nahim, que foi além. “Hoje Campos assiste um homem usar a cidade para atender vontades pessoais. Ele quer retornar ao governo do Estado e, para isso, faz de tudo para reforçar as suas bases eleitorais”, disse Nahim.

Nahim também afirmou que o governo Rosinha é incoerente. “Eles estão ao lado de pessoas que eram atacadas por Garotinho. Corruptos que foram apontados por Garotinho hoje indicam cargos importantes com objetivo meramente eleitoral. É muita demagogia. Eu tenho pena da nossa cidade e da prefeita Rosinha”, frisou Nahim, lembrando do seu tempo na Prefeitura. “Muita gente apostou que eu seria um péssimo prefeito. Fui bem e isso não foi aceito por quem gosta de brilhar sozinho”, completou.

Surpresas — Segundo Nahim, muitas coisas podem acontecer. “Não se surpreendam se Chicão deixar de ser o vice. Não sei se Dr. Chicão será útil novamente. Eles já me trocaram em 2008 e podem fazer isso novamente”, opinou Nahim.

PTB — Sobre o PTB, Nahim disse que foi procurado por diversas vezes por representantes da legenda. “Eles disseram que o PTB estava sendo usado por Garotinho. Mas eu afirmei que já tinha um partido para cuidar”, contou Nahim, que rebateu os ataques do ex-vereador Edson Batista, que o acusou de articular uma espécie de golpe contra o PTB. “Não seja ingrato, Edson. Eu te socorri em 2010 quando você apareceu com as calças nas mãos pedindo ajuda para o deputado Marcos Vinícius, do PTB. Não seja bajulador, Edson. Eu não procurei o PTB para nada. Foi o Edson que me procurou para dizer que Bacellar estaria pegando o PTB. Vossa Excelência foi muito ajudado por mim e por Bacellar e depois cuspiu no prato que comeu”, afirmou Nahim.

Recado — Após o seu desabafo, Nahim fez um alerta. “Se o deputado Garotinho não me respeitar, me chamar de traidor, eu vou ter que mostrar quem é quem. Não quero briga, só quero ter o direito de ser livre”, disse.

Magal: “Não há nada de errado na ajuda de Garotinho” — Segundo o vereador Jorge Magal (PR), líder do governo na Câmara de Campos, a interferência de Garotinho é normal. “Ilsan ajudava Arnaldo, Dona Nélia ajuda Nahim e Garotinho ajuda Rosinha. O que tem de errado nisso?”, indagou Magal, que prometeu se esforçar para unir novamente os irmãos. “Gostaria de ver novamente os irmãos juntos. Tanto na política como na família”, disse Magal.

Para Nahim, existem diferenças no apoio entre os casais. “No meu caso é diferente. Nélia nunca entrou no gabinete para fazer reuniões com vereadores. Não dá para comparar a minha esposa com Garotinho. Ela jamais faria o que ele faz. Ela é minha conselheira, mas não decide por mim”, ressaltou Nahim.

Por Alexandre Bastos

"Lembrar sem mágoas"



Desde pequena aprendi que “perdoar é lembrar sem mágoas”. Até então, me diziam que perdoar era esquecer e, por isso, fiquei feliz em saber que não era preciso esquecer completamente, apenas, lembrar sem a mágoa. Sim, fiquei feliz, pois esquecer é algo que acho difícil, muito difícil mesmo.

Mas, com o tempo, acabei percebendo que “lembrar sem mágoas” também é difícil pra caramba. É tão mais fácil perdoar alguém e manter-se bem distante, como se nada tivesse acontecido, mas também, sem contato algum. 

Todas as vezes que me magoaram, eu tentei esquecer. Algumas vezes tentei voltar, mas sempre ia embora novamente, até que um dia, fui embora e não voltei mais. E estou muito bem, obrigada. Segui meu caminho como se nada nunca tivesse acontecido, mas, continuo distante de tudo.

E agora, de repente, me pedem para perdoar e esquecer. Pedem-me também para “passar uma borracha”, fingir que nada aconteceu e seguir com a convivência da forma mais natural possível. Ainda estou pensando sobre o assunto...

Confesso que  tenho mágoas. Ou talvez eu tenha um monte, mas apenas não gosto de admitir. Enfim, com ou sem magoas, eu ainda tenho as lembranças. Lembrança de um grito ao telefone, de um olhar com o maior desprezo, de telefonemas que não recebi e de atitudes que me tiraram, por várias noites, o sono.

Sei que algumas coisas devem ser esquecidas. Sei também que se lembrar do que magoa faz muito mal a alma e também a saúde. Sei que a minha atitude não é a melhor e nem a mais correta do mundo. Mas dói e é por essa dor que eu não consigo fazer diferente.

Portanto, andei pensando e pensando, e ainda não conclui coisa alguma, apenas percebi que não consigo simplesmente fingir que tudo foi um pesadelo, pois não foi e eu estava muito bem acordada. Peço apenas que não me cobrem nada, não me peçam nada.

Que me deixem levar a situação no meu tempo, por mais longo que ele seja. E, que fique claro que, esquecer, eu realmente não consigo.
 
Preciso pensar como pagar o conserto do carro que vence hoje. Pedir empréstimo? pedir um adiantanmento do 13º salário (não há clima para isso) pedir a um amigo? (nessas horas todos fogem) dar calote? (sou muito honesta para isso) . Entregar nas mãos de Deus. Eis a resposta correta. Deixar que Ele resolva. Ainda não terminou o dia  e tenho fé que uma resposta vai chegar. Diz o ditado no Final tudo dá Certo. Se ainda não deu é porque não chegou o fim.

segunda-feira, 21 de maio de 2012

Sérgio Almeida, terei o prazer de ir em seu velório para cuspir na tua cara e também te mandar para o inferno



HOJE FAZ UMA SEMANA QUE FUI MANDANDA PARA O INFERNO PELO PRESIDENTE DO SINDICATOS DOS SERVIDORES PÚBLICOS DE CAMPOS, SÉRGIO ALMEIDA. A MÁGOA AINDA É MUITO GRANDE E FICO ME PERGUNTANDO COMO ESQUECER UMA GRANDE OFENSA? COMO TIRAR DE DENTRO DA GENTE ESSA MÁGOA QUE FICA CORROENDO O TEMPO TODO EM BUSCA DE JUSTIÇA. PARA QUE NÃO ACONTEÇA COM OUTRAS PESSOAS COMO ACONTECEU COMIGO.

 FUI PASSAR MEU CARTÃO PERMITINDO QUE O CARRO DO SEU IRMÃO PUDESSE ENTRAR NO ESTACIONAMENTO DA CÂMARA PARA PEGÁ-LO. COMO O DIRETOR DISSE QUE EU ERREI E QUERIA FALAR COM NÓS DOIS, FUI ATÉ O CARRO E VC NÃO DEIXOU SEU IRMÃO VITOR ALMEIDA DESCER DO CARRO PARA CONVERSAR COM ELE. "DIRETOR NÃO MANDA NADA AQUI NÃO", VC FALOU COM SEU IRMÃO. E AMEAÇOU O SEGURANÇA PARA DEIXÁ-LO PASSAR PELA CORRENTE.

 LIGUEI PARA VC E DISSE QUE O DIRETOR GOSTARIA DE CONVERSAR COM NÓS DOIS. VC  DISSE QUE O DIRETOR NÃO MANDAVA "PORRA" NENHUMA NA CÂMARA E  ME MANDOU PARA O INFERNO. A NOITE, QUANDO FUI PROCURAR O VEREADOR E EXPLICAR QUE O MEU CARRO TERIA QUE SER REBOCADO, VC NOVAMENTE ME OFENDEU E NÃO DEIXOU QUE EU EXPLICASSE AO VEREADOR O QUE TINHA ACONTECIDO.

COMO ESQUECER?


Ofensa deve ser entendida como o conjunto de sentimentos negativos que tornam desconfortável o estado interior das pessoas. Formam o conjunto as mágoas, ódios, ressentimentos e a culpa. O primeiro equívoco em relação ao perdão é encontrado na recomendação: para perdoar é necessário esquecer as ofensas. Ela é tida como condição essencial para que haja perdão, sem que haja indicação de como pode ser alcançada.  Será possível esquecer? 


As experiências da vida tanto as boas como as negativas não são e nem devem ser esquecidas, representam as lições da vida, os bons alunos não esquecem suas lições. A condição capaz de favorecer o perdão deve ser buscada de em outro procedimento.
ESTÍMULO, SIGNIFICADO E REAÇÃO

A ofensa não é o resultado direto da reação diante de um estímulo. Diferentes pessoas ante um mesmo estímulo costumam ter reações diferentes. Grande impacto ocorre na vida das pessoas quando descobrem que a reação vincula-se ao significado que dão aos estímulos. A diversidade de significados explica as reações diferentes diante de um mesmo estímulo.

Dar significado nada mais é do que a capacidade das pessoas fazerem escolhas pelo uso de sua prerrogativa de liberdade. O espaço existente entre o estímulo e reação é o campo onde o “livre-arbítrio” é exercitado.

A liberdade de escolha permite que o ser humano trace o seu destino, deixa de ser vítima e descobre que não é o produto do determinismo genético, cultural e de suas próprias experiências anteriores. A escolha, segundo essa faculdade, permite a existência de  seres livres e responsáveis por seus destinos.

Expressões populares, como “conte até dez” ou “respire profundamente”, pretendem alargar o espaço entre o estímulo e a reação no sentido de favorecer escolhas mais adequadas.

Melhor é não se ofender. Sem essa capacidade não há como perdoar. Perdoar deve ser entendido como a capacidade de escolher significados para os estímulos que evitem a ofensa. Melhor atribuir significados que favoreçam a vida pela ampliação da esperança, da capacidade de superar desafios e que possam destacar o que melhor há no ser humano.
 
Mas, falar é fácil, o difícil é esquecer. As pessoas deveriam medir muito suas palavras antes de ofender alguém. Um dia eu posso até perdoar, mas esquecer não. Não consigo falar que não desejo nenhum mal a vc, Sérgio Almeida. Desejo sim. Que vc pague por tudo que fez, que  sofra muito na vida e aprenda a respeitar o próximo como gostaria que fosse respeitado. Entrar na Justiça é vingança? talvez sim, mas  considero uma punição para alguém que fez algo errado e merece castigo e não perdão, porque senão vai fazer de novo. É preciso que vc sofra as consequências para aprender respeitar as pessoas que como vc, tem coração e sentimento. Acredito muito na justiça de Deus e ele vai fazer vc pagar tudo que me fez até o finalzinho de sua vida. Vc nunca vai me esquecer e eu nunca vou te esquecer. Marcou, magoou, doeu e vc vai ter o castigo que merece.

A única coisa que valeu a pena nisso tudo é que eu percebi o quanto sou amada, o quanto eu sou querida por todos. A única pessoa que ficou ao seu lado foi Andréa Soffiatt, a secretária do vereador, seu amigo, de quem vc está tirando votos. Todos ficaram do meu lado. Quantos telefones, e-mails, comentários no Face, nos blogs de meus amigos, quanto repercussão por causa de um  simples "Inferno". Vi também o quanto vc é odiado, principalmente por não lutar pelas reivindicações dos servidores. Vc não se reuniu com eles, não negociou com  Rosinha. Não está nem aí para a categoria que foi escolhido para defender. Só fica na Câmara o dia inteiro  e ainda por cima, querendo mandar nos funcionários. Eu fui a primeira pessoa que vc mandou para o inferno ou já mandou outras que não tiveram a coragem de te encarar? Sua cara feia, de velho gordo não me assusta. Pelo contrário, me dá mais vontade de lutar, de fazer justiça. Nos veremos na frente do juiz e vamos ver quem tem razão e quem vai ganhar essa briga. Quando quiser me procurar, não vá na sala da presidência, pois não trabalho lá. Me procure na sala de imprensa, a tarde, que vc vai me encontrar. Se eu te olhar com ódio, com raiva, com mágoa, não fique surpreso, pois o nojo que sinto de vc é tão grande que terei o prazer de ir em seu velório para cuspir na tua cara e também te mandar para o inferno.

Por Márcia Lemos

MOBILIZAÇÃO DE SERVIDORES DE CAMPOS


MOBILIZAÇÃO DE SERVIDORES DE CAMPOS
(Por e-mail)
SOLICITAMOS A DIVULGAÇÃO DA MOBILIZAÇÃO ABAIXO.
ATENÇÃO SERVIDORES MUNICIPAIS!
ESTAMOS CONVOCANDO TODOS OS SERVIDORES MUNICIPAIS PARA FAZERMOS ACAMPAMENTO NA SEDE DA PREEITURA DE CAMPOS E SÓ SAIR DE LÁ QUANDO AS NOSSAS REIVINDICAÇÕES FOREM ATENDIDAS:
AUMENTO DE 20%
PLANO DE CARGOS E CARREIRA INCORPORADOS AO SALÁRIO IMEDIATAMENTE.
NESTA TERÇA-FEIRA A PARTIR DAS 8:00 DA MANHÃ.
SERVIDORES UNIDOS 
 
Blog Estou Procurando o Que Fazer

Prefeitura de SJB define circuito junino 2012



Circuito Junino 2012
FESTA SANTO ANTONIO


Alexandre Pires – (terça-feira – 12/06)
Turma do Pagode – (quarta-feira – 13/06)
FESTA SÃO JOÃO BATISTA


Cavaleiros do Forró (sábado – 16/06)
Capital Inicial – (domingo – 17/06) – Aniversário da cidade
Junior e Gustavo – (quarta-feira – 20/06)
Luan Santana – (quinta-feira – 21/06)

Fescan e Celebrare – (sexta-feira – 22/06)
João Lucas e Marcelo – (sábado – 23/06)
Padre Juarez de Castro – (domingo – 24/06)
FESTA SÃO PEDRO


Anjos de Resgate – (sexta-feira – 29/06)
Gabi Amarantos – (sábado – 30/06)
João Neto e Frederico – (domingo – 01/07)
Parte da programação foi definida pelo ex-secretário de Turismo, Esporte e Lazer, Alexandre Rosa (PMDB). O fechamento da programação foi feito pelo atual secretário da pasta, Flávio Raposo, junto à Prefeita Carla Machado. 
As informações são do Portal OZK.

Robin Gibb, do Bee Gees, morre aos 62



Robin Gibb, que junto com os irmãos Barry e Maurice formaram o Bee Gees, um dos grupos de maior sucesso da era disco, morreu neste domingo (20), aos 62 anos, após uma longa batalha contra o câncer, informou o site oficial da banda.
Gibb sofria de câncer no fígado e cólon e havia contraído uma pneumonia. A doença foi diagnosticada há cerca de dois anos e ele havia sido hospitalizado diversas vezes neste período.
"A família de Robin Gibb, do Bee Gees, anuncia com grande tristeza que Robin faleceu  após sua longa batalha contra o câncer e uma cirurgia no intestino. A família pede que a privacidade seja respeitada neste momento difícil", diz a nota divulgada por um porta-voz do grupo, divulgada pelo site TMZ.
O grupo Bee Gees fez sucesso nos anos 1960 e 1970 com canções como "Staying alive". Gibb entrou para o Hall da Fama de compositores em 1994 e a banda passou a incluir o Hall da Fama do Rock três anos mais tarde. As informações são do Blog de Cláudio Andrade.

Dízimo – Quem está roubando quem?

 Pastor Washington Luiz

Dízimo, do latim decimus” décima parte de algo.  De suas origens aos dias de hoje muitas coisas mudaram. Nas sagradas escrituras a primeira menção do dízimo é voluntária. No livro de Gênesis, capítulo 14, Abrão depois de uma guerra "deu o dízimo de tudo" a um sacerdote chamado Melquisedeque. Abrão passa a se chamar Abraão. Houve continuidade dessa contribuição de forma voluntária através de Jacó, que veio a se chamar Israel.

Entretanto depois de muitos anos, na era de Moisés o pagamento do dízimo sofre sua primeira alteração (Levítico 27) deixando de ser voluntário. Logo se torna um tributo. Do imposto relatado em Deuteronômio 14 podemos ver alguns aspectos que não eram mostrados no livro primeiro livro que trata da lei mosaica -- ressalta-se um fato interessante a cada três anos os dízimos recolhidos serviam para fins comunitários, auxílio aos menos favorecidos.

É comum ouvirmos alguns líderes evangélicos afirmarem que a não devolução do dízimo é “roubo” – que os fiéis estariam roubando a Deus, tendo como consequência a maldição. Tais declarações impactantes são baseadas na leitura de Malaquias 3: 8-10. Passagem em que o profeta retrata o descaso do povo de Israel com seus costumes religiosos e culturais. Entretanto no campo teológico há diversos textos que tratam das questões que envolvem o pagamento do dízimo.

Nos dias de hoje surgem muitos debates em torno dessa obrigatoriedade, inclusive, como norma de fidelidade. Onde os fiéis devem entregar 10% de sua renda bruta à igreja. Nesse contexto a sociedade fica confrontada com um sistema religioso capitalista. 

De certa forma muitos passam a acreditar que as benções do Deus de Abraão podem ser garantidas por meio de contribuições financeiras. Contribuições essas que na maioria das vezes deixam de ser usadas no contexto social citado acima.  Não podemos negar que há muitas igreja que pedem, mas onde está a ajuda ao necessitado?

Nosso propósito não é provocar embates sobre a obrigatoriedade do dízimo, mas contribuir conforme orientação do apostolo Paulo (Romanos 12:2) – para os que não se conformam com o mundo cada vez mais capitalista e individualista. 

Afinal nos tempos modernos o que estamos vendo imperar com tais recursos retirados dos fiéis? Se não um “show da fé” e surgimento de novos impérios materiais que são construídos a custa dos mais sacrificados.
Por: Washington Luiz
Jornalista e Teólogo

Dízimo – Quem está roubando quem?




Dízimo, do latim decimus” décima parte de algo.  De suas origens aos dias de hoje muitas coisas mudaram. Nas sagradas escrituras a primeira menção do dízimo é voluntária. No livro de Gênesis, capítulo 14, Abrão depois de uma guerra "deu o dízimo de tudo" a um sacerdote chamado Melquisedeque. Abrão passa a se chamar Abraão. Houve continuidade dessa contribuição de forma voluntária através de Jacó, que veio a se chamar Israel.

Entretanto depois de muitos anos, na era de Moisés o pagamento do dízimo sofre sua primeira alteração (Levítico 27) deixando de ser voluntário. Logo se torna um tributo. Do imposto relatado em Deuteronômio 14 podemos ver alguns aspectos que não eram mostrados no livro primeiro livro que trata da lei mosaica -- ressalta-se um fato interessante a cada três anos os dízimos recolhidos serviam para fins comunitários, auxílio aos menos favorecidos.

É comum ouvirmos alguns líderes evangélicos afirmarem que a não devolução do dízimo é “roubo” – que os fiéis estariam roubando a Deus, tendo como consequência a maldição. Tais declarações impactantes são baseadas na leitura de Malaquias 3: 8-10. Passagem em que o profeta retrata o descaso do povo de Israel com seus costumes religiosos e culturais. Entretanto no campo teológico há diversos textos que tratam das questões que envolvem o pagamento do dízimo.

Nos dias de hoje surgem muitos debates em torno dessa obrigatoriedade, inclusive, como norma de fidelidade. Onde os fiéis devem entregar 10% de sua renda bruta à igreja. Nesse contexto a sociedade fica confrontada com um sistema religioso capitalista. 

De certa forma muitos passam a acreditar que as benções do Deus de Abraão podem ser garantidas por meio de contribuições financeiras. Contribuições essas que na maioria das vezes deixam de ser usadas no contexto social citado acima.  Não podemos negar que há muitas igreja que pedem, mas onde está a ajuda ao necessitado?

Nosso propósito não é provocar embates sobre a obrigatoriedade do dízimo, mas contribuir conforme orientação do apostolo Paulo (Romanos 12:2) – para os que não se conformam com o mundo cada vez mais capitalista e individualista. 

Afinal nos tempos modernos o que estamos vendo imperar com tais recursos retirados dos fiéis? Se não um “show da fé” e surgimento de novos impérios materiais que são construídos a custa dos mais sacrificados.
Por: Washington Luiz
Jornalista e Teólogo

sábado, 19 de maio de 2012

Imprensa Nacional a procura de mais esclarecimentos sobre o episódio envolvendo o presidente do SIPROSEP Sérgio Almeida

                 Sérgio Almeida evita a imprensa e procura jornalista na sala da presidência da Câmara


Fui procurada várias vezes na tarde hoje pela imprensa nacional a respeito do episódio relatado em meu Blog e replicado em diversos blogs e até o Portal de Imprensa de São Paulo. A informação é de que o presidente do Siprosep, Sérgio Almeida está se recusando a falar com a imprensa. Em entrevista ao Blog Momento Verdadeiro ele disse que não estava dentro do carro e que o veículo é de seu irmão, Vitor Almeida. Quanto as agressões, ele disse que era para o jornalista  Washington Luis conversar com o advogado dele, mas não quis mencionar o nome.

Na última quarta-feira, a jornalista  Jessica Oliveira do Portal de Imprensa/São Paulo me entrevistou e eu prestei todos os esclarecimentos necessários. Não fujo da imprensa, pois não tenho o que esconder. Agi com o coração, exercendo uma boa cidadania, como ensina o CTB. Só não quis conceder entrevista a uma determinada TV, na tarde desta sexta-feira por motivo pessoal. A gente fala uma coisa e eles divulgam outra.

Soube que na manhã desta sexta-feira, Sérgio Almeida me procurou no Gabinete da Presidência da Câmara, após Audiência Pública sobre a LDO. Só que eu trabalho na parte da tarde e ele sabe o meu celular e não ligou para mim. A jornalista do Portal de Imprensa de São Paulo divulgou a matéria na última quarta-feira, no final da tarde que segue abaixo:

Na última terça-feira (14/5), a jornalista Márcia Lemos, assessora de imprensa há 18 anos da Câmara Municipal de Campos dos Goytacazes, sofreu constrangimentos em confusão no estacionamento local. Durante entrevero ela ouviu do presidente do Sindicato dos Servidores da Públicos da Prefeitura Municipal de Campos a frase "vai para o inferno".

Confusão

Há cerca de um mês foram instaladas duas cancelas automáticas no estacionamento do local para controlar o fluxo de veículos, restrito aos vereadores, dois assessores de vereadores e funcionários do Legislativo, porém os usuários continuam confusos sobre o uso e ocorrem transtornos, entre eles o incidente em que a jornalista foi constrangida.

Segundo Márcia, ao tentar entrar no estacionamento havia um carro à frente dirigido pelo irmão de Sérgio Almeida, presidente do Sindicato dos Servidores Públicos da PMC, que foi buscá-lo. Porém, como ele não tem acesso, a jornalista ficou mais de 20 minutos usando a embreagem e o acelerador para o carro não descer, enquanto resolviam se ele entraria ou não.

Quando a jornalista percebeu que atrás dela estava o automóvel do diretor do Legislativo e sua embreagem começou a falhar, ela saiu do carro e, com seu cartão liberou a passagem do veículo da frente na tentativa de resolver o problema. Porém, o cartão só pode ser passado uma vez e ela ficou presa. "Resolvido" o problema inicial, o diretor do Legislativo chamou a atenção da jornalista para que ela não fizesse mais isso. "Fui orientada de que não se pode fazer esse tipo de coisa, pois se ele não tem cartão, que peça", disse.

Na saída, Sérgio Almeida já no carro com seu irmão deu "uma carteirada no segurança" para ele abrir a corrente e disse "que tem acesso na hora que quiser e que ninguém manda nele", escreveu a jornalista em seu blog. Ele "conseguiu sair do estacionamento ameaçando o segurança que ligaria para um vereador, muito amigo seu para liberar sua passagem. O segurança, temeroso, tirou a corrente e deixou o carro passar", diz a jornalista no texto.

O diretor disse que gostaria de conversar com a jornalista e com Almeida sobre o episódio e pediu que ela o avisasse. Márcia afirma que ligou para para ele e explicou o pedido do diretor. "Ele respondeu que o diretor não manda em nada na Câmara que é cargo temporário e me mandou para o inferno", afirma.

Prejuízo

Para a jornalista sair da rampa do estacionamento, o diretor do Legislativo teve que recuar, mas as marchas do carro de Márcia pararam de funcionar, fazendo seu carro descer sozinho. Ela teve que ficar fora do estacionamento e ver seu carro ser rebocado no final do dia. Além do constrangimento, a jornalista terá que gastar para consertar a embreagem do veículo.

Indignação

“Há 18 anos trabalhando na Câmara eu nunca fui ofendida, muito menos mandada para o inferno por uma pessoa que nem trabalha lá e que disse ter acesso livre", lamenta. "Como uma pessoa de pavio tão curto, grosseira, prepotente, ignorante, sem preparo nenhum pode ser presidente de alguma coisa? Saber que ele representa os servidores da Prefeitura de Campos é demais. Como uma pessoa desqualificada como esse sujeito pode falar em nome de alguém, se nem mesmo em seu nome consegue falar o que quer. Não seria mais fácil ter pedido desculpas do que ter ofendido a mim e o diretor?", escreveu a jornalista em seu blog.



* Com supervisão de Vanessa Gonçalves




Jornalista Márcia Lemos
ACORDO

Se ele está me procurando para fazer acordo eu aceito nas seguintes condições: Ele me pede desculpas, paga o prejuízo do carro (kit de embreagem, mão de obra e o reboque, aproximadamente  R$ 500,00) Eu faço um retratação e dou o assunto por encerrando, contrariando meu advogado, que quer processá-lo por danos morais e indenização. "Dano moral "é qualquer sofrimento humano que não é causado por uma perda pecuniária, e abrange todo atentado à reputação da vítima, à sua autoridade legitima, ao seu pudor, à sua segurança e tranqüilidade, ao seu amor próprio estético, à integridade de sua inteligência, a suas afeições, etc". (Traité de La Responsabilité Civile, vol.II, nº 525, in Caio Mario da Silva Pereira, Responsabilidade Civil, Editora Forense, RJ, 1989).
Outra coisa que deve ser levada em conta é que ela foi ofendida em seu ambiente de trabalho por uma pessoa que nem trabalha lá. "É comum pessoas que já presenciaram ou ouviram ocorrência de ofensas de superior hierárquico ao seu subordinado no ambiente de trabalho. Acontece que nesse caso, o agressor não trabalha no mesmo local da jornalista Márcia Lemos. Fatos desta natureza deveriam ser combatidos pelas empresas de forma veemente, pois são atitudes intoleráveis que demonstram o descontrole de pessoas que as cometem. Chamar alguém de ignorante, imbecil, burro, estúpido ou outros adjetivos desta natureza pode ser falta de bom senso, compreensão do todo e de auto julgamento. A jornalista foi chamada de doida e mandada para o inferno. Tenho a gravação feita por telefone, quando ela ligou para ele, avisando que o diretor queria falar com ele, e outra quando ela foi procurar o vereador a noite em seu gabinete e Sérgio Almeida não permitiu que ela falasse com o vereador. Não se pode passar uma borracha no assunto, como se nada tivesse acontecido. Ela tem que ser idenizada por danos morais. As humilhações podem ocorrer entre colegas de trabalho, superior e subordinado, entre chefes ou diretores ou entre empregados de empresas prestadoras de serviço. Não é a condição favorável ou desfavorável hierárquica ou financeira que vai lhe permitir tal atitude, independentemente de quem "se acha no direito" é o ato em si que deve ser condenado. Mas, quem vai decidir o que fazer é a jornalista Márcia Lemos, que gosta do vereador e acha que esse sujeito pode prejudicar a imagem do edil, que já foi procurado várias vezes por ela, mas ele está preferindo optar pelo siilêncio" disse o advogado.
"Só vou me identificar, quando Sérgio Almeida identificar o advogado dele. Gosto de saber com quem estou lidando", finalizou o advogado.

Por Márcia Lemos