segunda-feira, 23 de dezembro de 2019

Hemocentro Regional funcionará no feriadão de fim de ano



Campanha de doações para Hemocentro









O Hemocentro Regional de Campos vai estar de portas abertas no Natal e Ano Novo para receber doadores, uma vez que as festas de fim de ano e férias são épocas em que cresce a preocupação com a queda acentuada nas doações de sangue. Nesses períodos em que a necessidade de transfusões é maior, por conta do aumento no número de acidentes, o número de doadores é menor, já que muitos utilizam os feriados e folgas para viajar e aproveitar o período de festas. Nos dias 24 e 25 de dezembro e 31 de dezembro e 1º de janeiro de 2020, o banco de sangue funcionará das 7h às 14h.
O estoque de sangue atual já é considerado crítico e, segundo a assistente social Cristiane Barros, ele deverá ser reservado às cirurgias de emergência. “A continuar assim, as cirurgias eletivas deverão ser adiadas”, explica. De acordo com dados do hemocentro, em outubro foram feitas 1.030 doações e, em novembro, este número caiu para 690. “Estamos bastante preocupados. É extremamente necessário que a população se conscientize que as doações devem ser feitas periodicamente e não somente em situações de urgência ou emergência”, diz Cristiane.
Requisitos para doação - A doação de sangue deve ser realizada com intervalo mínimo de 60 dias para homens e 90 dias para as mulheres. Assim, é possível doar sangue até quatro vezes por ano para os homens e três para as mulheres. Os intervalos são diferentes devido à reposição dos estoques de ferro, que nas mulheres é mais demorada por conta das perdas durante os ciclos menstruais.
Pessoas saudáveis, com idade entre 16 e 60 anos, ou até 69 anos (caso tenham doado antes dos 60 anos de idade) e peso acima de 50 quilos podem doar sangue, bastando comparecer ao hemocentro munido de documento original com foto. Para doar, é necessário estar descansado e não ter praticado atividades físicas intensas pelo menos cinco horas antes. Em relação à alimentação, é preciso estar bem nutrido, com refeições leves e sem gordura nas 3 horas anteriores à doação de sangue.
Fonte: Supcom

quarta-feira, 18 de dezembro de 2019

Prefeitura e Sesc lançam programação Verão Alô Farol 2020





Com a parceria, o evento mais uma vez terá um custo bem menor para os cofres públicos e este ano com shows às sextas-feiras e sábados.



Pelo segundo ano consecutivo, a Prefeitura de Campos e o Sesc RJ vão realizar o Sesc Verão Alô Farol, na Praia do Farol de São Thomé. Na manhã desta terça-feira (17), o prefeito Rafael Diniz participou no Rio de Janeiro do lançamento da programação do Alô Farol 2020 e que vai contar com diversas atividades.

Atrações nacionais, artistas da casa, programação esportiva, entre outras, farão parte da gama de opções preparada para o Sesc Verão Alô Farol 2020. E para dar início a um dos verões mais aguardados da região, a Prefeitura de Campos elaborou uma programação que tem início no dia 27 deste mês, com banda a ser divulgada. A programação segue no Réveillon com valorização dos artistas locais.  e contará com os Grupos Promessa do Samba, Copo Cheio e Os Feras do Pagode. 

Dando sequência a essa programação, e em parceria com o Sesc, a praia campista ainda vai contar, nos meses de janeiro e fevereiro, com shows como: Toni Garrido, Fundo de Quintal, Nando Reis, Leoni, Xande de Pilares, Paralamas do Sucesso, Vou Pro Sereno, Péricles, Titãs, Mumuzinho, Jota Quest, entre outras atrações. 

— A gente acaba de acertar os últimos detalhes para a realização do Verão 2020 com Sesc e Prefeitura. Essa grande parceria que traz grandes artistas, tanto da música, quanto do esporte. Artistas que estão na nossa cidade, mais uma vez, de forma gratuita para a população. E assim como a gente fez em 2019, a gente também vai fazer em 2020. Com um verão voltado para a família, para a total segurança, gerando emprego, gerando renda, movimentando o comércio. Um verão que mais uma vez vai marcar história. Que venha o Verão 2020! — destacou o Prefeito Rafael Diniz. 

Com a parceria, o evento mais uma vez terá um custo bem menor para os cofres públicos e este ano com shows às sextas-feiras e sábados. Os pratas da casa também serão prestigiados com a programação com apresentações na Arena Show Farol (na área da Marinha) e Lagamar. 

— Começamos essa conversa com o Sesc no ano passado, início de 2018, através do presidente da Fundação Municipal de Esportes (FME) Raphael Thuin. Principalmente o bom relacionamento do Prefeito com todas as partes do Sesc, tanto do Rio quanto em Campos, fez com que a gente repetisse uma programação ainda mais forte do que o Verão anterior. Temos o dobro de eventos de nível nacional. Uma quantidade maior de pessoas possivelmente vai estar na praia e esperamos mais uma vez um verão com muita paz e com ainda mais venda no comércio local — pontuou o superintendente de Entretenimento e Lazer, Hélio Nahim.

O Gerente de Lazer e Idealizador do Projeto Sesc Rio, Fernando Alves, lembrou que a edição de 2019 foi um sucesso. "A edição 2019 foi um espetáculo e a parceria da Prefeitura com o Sesc e iniciativa privada foi incrível. O resultado foi a quantidade de pessoas que a gente atingiu, o ambiente que a gente criou, o fomento ao comércio. Os indicadores de pesquisa foram sensacionais e a expectativa é que em 2020 seja ainda maior. A gente está levando a mesma qualidade de programação, a mesma qualidade esporte, de shows, a mesma qualidade de ações de assistência, de Educação, de sustentabilidade. Fora os parceiros que estão juntos com a gente. A expectativa é muito grande para ter o máximo da população envolvida na nossa programação", destacou Fernando Alves.

Entre as presenças no lançamento da programação Sesc Verão Alô Farol estiveram: o secretário Estadual de Esportes, Felipe Bornier; Presidente Fecomércio- Sesc-Senac-RJ, Antônio Florencio de Queiroz Junior; a Diretora Regional do Sesc-RJ, Regina Pinho; a prefeita de Quissamã, Fátima Pacheco; o Prefeito de Rio das Ostras, Marcelino Borba; o Prefeito de Mangaratiba, Alan Campos da Costa e, ainda, representantes dos municípios de Macaé e Niterói.

Esporte - A praia campista também recebe programação esportiva e nomes nacionais referência no Futevôlei como Anderson Águia e Djalminha -ex-jogador de futebol- além de atletas do Frescobol como Vinicius Lira e Junior Negão estarão presentes. A praça São Gonçalo, em Goitacazes, também contará com Festival de Skate e a presença de Sandro Dias, o Mineirinho. Em Farol, o Beach Soccer sub 13 e sub 15 toma conta na Arena Esporte Verão com as presenças de Jorginho e Benjamin. O Paraesporte também marcará presença no Arena Esporte Verão. Ainda está confirmada a presença do ex-jogador, treinador de voleibol e campeão mundial, Bernardinho. 

O vôlei estará presente e contará com a atleta Jaqueline Silva e, no Beach Tennis, Guilherme Prata. A programação do Farol vai ter, ainda, Bodyboard e Corrida Rústica, com início no Lagamar.

* Programação sujeita a alterações

terça-feira, 17 de dezembro de 2019

Câmara convoca para sessões extraordinárias




A Câmara Municipal de Campos dos Goytacazes convoca os 
vereadores para as sessões extraordinárias que serão 
realizadas na sexta-feira, 20 de dezembro deste ano, 
a partir das 9h, no plenário, para discussão e votação de três 
projetos, entre eles a LOA 2020. As informações estão no Aviso 
Público 0033/2019.

Na data, serão discutidos e votados os seguintes projetos:
Projeto de Lei nº 0140/2019, que estima a Receita e Fixa a Despesa
 do município de Campos dos Goytacazes para o exercício financeiro 
de 2020 e dá outras providências, encaminhado pelo Gabinete 
do Prefeito, e emendas ao referido projeto;
Projeto de Lei Complementar nº 0215/2019, que institui o novo
 Plano Diretor do Município de Campos dos Goytacazes, 
encaminhado pelo Gabinete do Prefeito, e emendas ao 
referido projeto;
Projeto de Lei Complementar nº 0216/2019 - Institui a Lei de 
Uso e Ocupação do Solo Urbano do Município de Campos 
dos Goytacazes, encaminhado pelo Gabinete do Prefeito, 
e emendas ao referido projeto.



segunda-feira, 16 de dezembro de 2019

Maurício Mattar é internado após infartar em São Paulo







Cantor cumpria sua agenda profissional neste domingo, quando teve o quadro de infarto


Maurício Mattar, de 55 anos, infartou neste domingo (15), em Bauru, São Paulo, onde cumpria sua agenda profissional. O cantor deu entrada em um hospital da região com um quadro de infarto. Nesta manhã, ele vai ser transferido em uma UTI móvel para o hospital de Botucatu, onde irão decidir os precedimentos que devem ser feitos. Maurício está acordado e um complicador do caso é a pressão do artista, que segue instável. Já esteve 20/10, depois baixa um pouco e retorna para 20. O quadro é estável.

O Dia

quinta-feira, 12 de dezembro de 2019

Bolsonaro sanciona nova lei do FGTS e limite do saque imediato passa a ser de R$ 998

Clientes que se enquadram na regra do salário mínimo e já sacaram 

os R$ 500, poderão sacar os R$ 498 restantes



(Foto: Divulgação)










O presidente da República, Jair Bolsonaro, sancionou nesta quinta-feira (12) a Medida Provisória (MP) que fixa novas as regras do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). Com a sanção, a medida é convertida em lei.
Em julho, o governo editou a medida provisória, criando o saque imediato e o saque-aniversário. O calendário do saque-aniversário só começa em abril do ano que vem.
A principal mudança trazida pelo texto é o aumento do limite do saque imediato do FGTS de R$ 500 para R$ 998, valor correspondente ao salário mínimo.
O novo teto só vale para quem tiver saldo de até R$ 998 na conta vinculada ao fundo de garantida. Essa quantia pode ser retirada de cada conta. Porém, para aqueles com saldo superior a R$ 998, o limite de saque por conta segue sendo de R$ 500.
Com a sanção, os clientes que se enquadram na regra do salário mínimo e já sacaram os R$ 500, poderão sacar os R$ 498 restantes. O prazo limite para a retirada é 31 de março de 2020.
No imediato, quem tem conta ativa (emprego atual) ou inativa (emprego anterior) do FGTS pode sacar até R$ 500. Este valor é por conta e é limitado pelo saldo. De acordo com o governo, os saques na modalidade imediato devem injetar R$ 3 bilhões na economia.
O saque-aniversário, modalidade diferente da primeira, entrará em vigor apenas em 2020. Neste caso, o trabalhador poderá retirar parte do FGTS todos os anos, no mês do seu aniversário.
Hoje, o FGTS pode ser sacado apenas em algumas situações, como, por exemplo: compra da casa própria, aposentadoria e demissão sem justa causa.
O FGTS é uma conta vinculada ao contrato para proteger o trabalhador, caso ele seja demitido sem justa causa.
No início de cada mês, as empresas depositam, em contas da Caixa Econômica Federal, o valor correspondente a 8% do salário de cada funcionário. Esse dinheiro pertence ao trabalhador, é depositado em seu nome.
Para quem tem conta poupança na Caixa, o crédito já entrou automaticamente. Para quem não tem, há um calendário que leva em conta a data de nascimento do trabalhador.
O FGTS é administrado por um conselho, composto pelo governo federal e por organizações que representam os trabalhadores e as empresas empregadoras.
O fundo segue tendo como único agente operador a Caixa, que controla as contas dos trabalhadores. O banco também define as regras de execução de programas de habitação, saneamento e infraestrutura do governo financiados com recursos do FGTS.
Pelo texto aprovado pelos paramentares, a taxa de administração do FGTS paga à Caixa, que incide sobre o total de ativos, foi reduzida de 1% para 0,5% ao ano. Com isso, a estatal perderá receita.
Outros pontos previstos na MP convertida em lei:
  • proibição da cobrança de tarifas para movimentações dos recursos das contas do FGTS na Caixa para outros bancos;
  • possibilidade de saque da conta do FGTS caso o trabalhador ou qualquer de seus dependentes tenham doenças raras;
  • consulta e movimentação das contas do FGTS por aplicativo de celular, sem tarifas;
  • obrigatoriedade de transmissão ao vivo, pela internet, das reuniões do conselho que administra o FGTS, sendo que as gravações poderão ser acessadas a qualquer momento no site do FGTS. E necessidade de os membros do conselho curador cumprirem os requisitos da Lei da Ficha Limpa;
  • disponibilização de serviços digitais que permitam a verificação dos depósitos efetuados e o acionamento imediato da inspeção do trabalho em caso de inadimplência do empregador;
  • previsão expressa da possibilidade de o conselho curador estipular limites às taxas cobradas no caso de uso dos recursos do FGTS para aquisição de casa própria. As taxas atualmente praticadas nessa movimentação podem atingir valores de R$ 3 mil por operação.
Fonte: G1

quarta-feira, 11 de dezembro de 2019

Prazo para negociar débitos com o Município vai até 13 de dezembro

Concilia Campos garante descontos de até 100% em juros e multas

 para inscritos na Dívida Ativa

(Foto: Divulgação/Prefeitura de Campos dos Goytacazes)


Termina no próximo dia 13, o prazo para aderir ao programa Concilia Campos e quitar débitos inscritos em dívida ativa com até 100% de desconto em juros e multas. Contribuintes em débito devem procurar a Secretaria Municipal de Fazenda (SMF) e negociar o pagamento. Firmado em convênio 30 de outubro último, entre a Prefeitura e o Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro (TJ-RJ), o programa para conciliação de dívidas fazendárias já beneficiou mais de 2.500 contribuintes.
“Até o dia 5 de dezembro, foram 2.582 contribuintes, mas o total de parcelamentos foi maior: 4.428. É que muitos deles possuem mais de um. Orientamos as pessoas a não deixarem para a última hora, evitando filas e mais tempo de espera no atendimento. Venham à secretaria e avaliem a melhor forma de quitar seu débito”, orienta o subsecretário de Planejamento e Política Fiscal da SMF, Fabrício Fernandes.
Segundo o subsecretário, a expectativa é de que mais de 4 mil negociações sejam realizadas até o final do prazo, com fechamento de acordo. Como ocorre desde o início do programa, em volumes arrecadados o destaque é para tributos como o Imposto Sobre Serviços (ISS), dentre outros. Mas em número e volume de atendimentos, predominam os acordos sobre dívidas de Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU).
No convênio do Concilia Campos, o TJ-RJ entra com apoio, ajudando a prefeitura na arrecadação do município, contribuindo na desburocratização do sistema. Dados apontam que há dois anos e meio havia cerca de 90 mil execuções fiscais e ações de impugnação em trâmite relativas a dívidas no município. Recentemente esses números caíram para em torno de 40 mil, ainda considerados expressivos.
Fonte: Prefeitura de Campos dos Goytacazes

terça-feira, 10 de dezembro de 2019

Prefeitura reenvia Orçamento para 2020 à Câmara de Vereadores



Valor é R$ 98 milhões menor que o previsto anteriormente



A  Prefeitura de Campos reenviou, nesta terça-feira, à Câmara dos Vereadores o Orçamento para 2020. O novo valor é de R$ 1.887 bilhão enquanto o anterior era de R$ 1.985 bilhão.  A previsão orçamentária para próximo ano teve que ser refeita, em razão das constantes quedas nas receitas oriundas do petróleo e que já afetou as contas deste ano. A previsão é que o quadro se repita em 2020. Com isso, o Orçamento foi refeito com valor R$ 98 milhões a menos do que o previsto anteriormente.