terça-feira, 19 de novembro de 2019

Procon orienta consumidores nos cuidados com as compras para a Black Friday


Promoção acontece na próxima sexta-feira (29) e os consumidores devem pesquisar o preço do produto antes de efetuar a compra, bem como as condições de pagamento disponibilizadas
Na próxima sexta-feira (29) acontece a Black Friday. A grande promoção surgiu nos Estados Unidos e é realizada no dia seguinte ao tradicional feriado de Ação de Graças. No Brasil, a data sempre acontece na última sexta-feira de novembro e para orientar o consumidor nas compras físicas e online, o Procon/Campos reuniu uma lista de cuidados.
Apesar do sucesso e da data ter se tornado uma grande aposta para os vendedores e uma oportunidade para a população, a Black Friday tornou-se também motivo de compras insatisfatórias. O superintendente do órgão, Douglas Leonard, destaca que os consumidores devem pesquisar o preço do produto antes de efetuar a compra, bem como as condições de pagamento disponibilizadas.
- O consumidor deve ter atenção aos detalhes das ofertas, principalmente em sites, verificando o Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ), endereço físico e eletrônico, canais de troca e reclamação, entre outros detalhes, que podem fazer diferença para uma compra satisfatória, além de sempre pesquisar e comparar preços com antecedência – comentou o superintendente. 
Algumas dicas do Procon foram selecionadas para que o consumidor não tenha problemas durante a Black Friday, como evitar as tentações da compra por impulso, tendo sempre em mente pesquisar o produto que deseja comprar e comparar os preços. Também é fundamental verificar se a loja é de confiança, e principalmente em compras pela internet, se a empresa fornece o CNPJ, o endereço físico e os meios de contato. Pesquise a reputação da empresa antes da compra.
Nas compras pela internet ou por telefone, o consumidor tem um prazo de sete dias para se arrepender ou cancelar a compra e receber o seu dinheiro de volta ou trocar por outro produto: não precisa de motivo para não querer mais o produto. É um direito do consumidor, neste prazo, devolver o produto e ter o seu dinheiro de volta na mesma forma em que fez o pagamento ou trocar por outro artigo.
Outra dica importante é, em caso de erro por parte do fornecedor, o consumidor pedir a troca: depois da compra, caso haja algum erro na entrega, o consumidor tem o direito de solicitar a troca dentro do prazo estabelecido pelo lojista. Se o problema persistir mesmo depois da troca, ele poderá pedir o cancelamento da compra e a devolução do dinheiro. O consumidor também deve acompanhar os preços dos produtos que deseja antes da Black Friday: um auxílio para essa tarefa são os sites de comparação de preços, especialmente aqueles que oferecem um histórico do valor do produto. 
Ainda de acordo com o Procon, o preço promocional não anula os direitos do consumidor: os direitos relativos à troca do produto com defeito, por exemplo, permanecem mesmo que ele esteja em promoção. A loja é sempre obrigada a trocar produtos com defeito no prazo por ela estabelecido. As informações sobre preço, prazo e entregas devem estar em destaque e o consumidor tem que ter acesso a estas informações sem que seja necessário chamar um vendedor ou atendente da loja para obtê-las antes do pagamento.
O consumidor deve reclamar em caso de mudança na oferta ou qualquer dificuldade no ato da compra. Se o site estiver instável ou se o preço variar durante a compra, salve as informações e faça uma reclamação à empresa. A oferta deve ser cumprida de acordo com a divulgação. O comprador deve salvar ou imprimir tudo que for relacionado à compra, guardar a oferta, o pedido, o prazo de entrega, o comprovante de pagamento, o contrato e os anúncios publicitários relacionados ao produto que adquiriu.
Finalmente, para uma boa compra, o consumidor deve evitar acessar links que direcionam para páginas de fornecedores que costumam aparecer com frequência em redes sociais e caixas de e-mail. É comum, nesse período de promoções, surgirem anúncios de sites fraudulentos, com informações semelhantes às do site original. Desconfie de produtos com valores muito abaixo do praticado no mercado.

segunda-feira, 18 de novembro de 2019

DO publica retificação do edital do concurso público de São João da Barra


São 87 vagas para níveis médio e superior; inscrições vão até 28 de novembro

(Foto: Divulgação)


O Diário Oficial do Município de São João da Barra publica nesta segunda-feira, 18, retificação (aqui) a itens do edital 01/2019, do concurso público para a Prefeitura. São 10 itens, incluindo a inserção de uma vaga para portador de necessidades especiais no cargo de contador e exclusão da necessidade de registro em órgão de classe para os cargos de auditor fiscal de tributos e auditor municipal de controle interno.
Entre as retificações há também a inclusão da necessidade de o candidato gozar de boa saúde psicológica, além de física e mental, e de comprovação de idoneidade moral para candidatos ao cargo de guarda municipal. Há ainda informação sobre os turnos em que as provas objetivas serão realizadas, no item que permite ao candidato inscrever-se para mais de um cargo, desde que os turnos não coincidam.
A retificação nº 01 lista também os exames e laudos médicos necessários para os candidatos e alterações nas descrições dos cargos de fiscal de obras e guarda municipal e do conteúdo programático para fiscal de obras.
O concurso público para a Prefeitura de São João da Barra oferece 87 vagas para cargos de nível médio e superior, com salários de R$ 1.499,31 a R$ 3.807,19. As inscrições estão abertas desde o último dia 29 e vão até 28 de novembro. A taxa de inscrição para nível médio é de R$ 50,00 e para nível superior, de R$ 90,00. A organização do concurso é do Instituto Ibdo.
As retificações completas e o turno das provas estão no site www.institutoibdo.com.br.

Nova fase da campanha de vacinação contra o sarampo iniciada nesta segunda



Nesta etapa, o público alvo é pessoas que estão na faixa etária de 20 a 29 anos de idade

A segunda fase da Campanha Nacional de Vacinação contra Sarampo, para adultos não vacinados, que estão na faixa etária de 20 a 29 anos iniciou-se nesta segunda-feira (18), nas salas de vacinação do município. A Prefeitura de Campos, por meio da Secretária Municipal de Saúde (SMS), disponibiliza doses da vacina em 41 salas, que estão funcionando de 8h às 17h. O Dia D para esse público está previsto para o próximo dia 30 de novembro.

Segundo o último boletim epidemiológico sobre sarampo do Ministério da Saúde, esta faixa etária é a que mais acumula número de casos da doença. Nos últimos 90 dias de surto ativo, foram confirmados 1.729 casos em pessoas de 20 a 29 anos em todo país. O Departamento de Epidemiologia  reitera que não há casos confirmados da doença desde 2007, quando foi implementado o Sistema de Informação de Agravos de Notificação (Sinan) no município.

— Apesar de não haver casos da doença no município desde 2007, a partir da implementação do Sinan, precisamos entender a importância da vacinação e termos responsabilidade de nos proteger, já que o sarampo é uma doença extremamente contagiosa. O Dia D para o público-alvo será em 30 de novembro, com uma mudança nas salas de vacinação, que anunciaremos em breve – informou a diretora da Vigilância em Saúde, Andreya Moreira. 

A Vigilância em Saúde ressalta que, a pessoa deve adiar a vacinação em caso de quadro febril agudo grave e gestação. Não vacinar caso seja portador de câncer; tenha imunodeficiência adquirida que estejam sintomáticos (exceto casos com autorização médica); tuberculose; distúrbios sanguíneos; em uso de medicamentos imunossupressores; deterioração severa da função renal e cardíaca; após administração de gamaglobulina e transfusão sanguínea. O cuidado maior a ser inspirado é com os pacientes alérgicos a proteína do leite. As reações aos alérgicos a ovo são menores.

O universitário Ricardo Rodrigues, de 25 anos, procurou um dos postos de vacinação para se prevenir. “ Aproveitei que hoje iniciou a vacinação e procurei para minha faixa etária e logo vim ao posto”, contou.

Sobre o Sarampo - A doença é transmitida com facilidade de uma pessoa para outra por meio da fala, tosse e espirro. A vacina é a única forma de prevenção e está disponível na vacinação de rotina nas unidades de saúde. Os principais sintomas do sarampo são mal-estar geral, febre, tosse e coriza. A doença também provoca conjuntivite e se caracteriza por apresentar manchas vermelhas que aparecem no rosto e se espalham por todo o corpo.

quarta-feira, 13 de novembro de 2019

Bolsonaro anuncia saída do PSL e criação da Aliança pelo Brasil

Presidente recebeu, no Palácio do Planalto, a vice-líder do governo

 no Congresso Nacional, deputada Bia Kicis

Presidente da República, Jair Bolsonaro. (Foto: Isac Nóbrega/PR)


O presidente Jair Bolsonaro anunciou nesta terça-feira (12) a saída do PSL, partido pelo qual foi eleito, e a criação de outra legenda, a Aliança pelo Brasil.
Nesta tarde, o presidente recebeu, no Palácio do Planalto, a vice-líder do governo no Congresso Nacional, deputada Bia Kicis (PSL-DF), e outros parlamentares do partido.
“Hoje anunciei minha saída do PSL e início da criação de um novo partido: ‘Aliança pelo Brasil’. – Agradeço a todos que colaboraram comigo no PSL e que foram parceiros nas eleições de 2018”, diz o tuíte do presidente.
Fonte: Agência Brasil

Estado vai pagar salário de outubro dos servidores nesta quinta-feira

Valor líquido da folha de outubro é de R$ 1,8 bilhão, de acordo com 

a assessoria do governo



Governador Wilson Witzel (Foto: Agência Brasil)











O Governo do Estado vai pagar o salário de outubro dos mais de 460 mil servidores, aposentados e pensionistas nesta quinta-feira (14). Diferente do mês passado, desta vez o pagamento cairá conforme a previsão do atual calendário oficial, que é até o 10º dia útil do mês.
O governador Wilson Witzel confirmou a data na noite desta terça-feira, durante a solenidade de assinatura da nova alíquota que reduz o ICMS do combustível para a aviação.
Os pagamentos serão efetuados ao longo do dia, mesmo após o término do expediente bancário. O valor líquido da folha de outubro é de R$ 1,8 bilhão, de acordo com a assessoria do governo.
Calendário dos próximos pagamentos
De acordo com as informações já divulgadas por Witzel, o 13º salário do estado será pago integralmente no dia 2 de dezembro. Já o pagamento de novembro ainda não tem dia certo para cair, então segue a previsão de ser pago até o 10º dia útil. E o salário de dezembro, segundo o governador, será pago no dia 6 de janeiro.
Fonte: Extra Online

Mamógrafo Móvel realiza mais de 800 exames em três semanas



Desde quarta-feira (5), o caminhão está estacionado em frente à Unidade Pré-Hospitalar (UPH) de Travessão, com atendimento de 8h às 20h. A previsão é que fique no distrito até o início da próxima semana.

Em cerca de três semanas, o mamógrafo móvel da Prefeitura de Campos já realizou mais de 800 exames na Região Norte do município. O aparelho já passou por Santa Maria e Morro do Coco, atendendo a demandas dos distritos e de localidades próximas. Desde quarta-feira (5), o caminhão está estacionado em frente à Unidade Pré-Hospitalar (UPH) de Travessão, com atendimento de 8h às 20h. A previsão é que fique no distrito até o início da próxima semana. 

— O resultado das primeiras semanas de atendimento tem sido bastante positivo. Tínhamos uma demanda alta de exames, que está sendo reduzida. O mamógrafo móvel tem tecnologia de última geração e também contamos com profissionais qualificados para o atendimento. Juntamente com o prefeito Rafael Diniz, temos o compromisso de reforçar a estrutura da saúde em todo o município — disse Abdu Neme, secretário de Saúde e presidente da Fundação Municipal de Saúde. 

O agendamento segue sendo feito para zerar a demanda existente em Campos. O mamógrafo móvel está atendendo moradoras de Travessão e de localidades próximas, como Guandu, Conselheiro Josino, Murundu, Campelo, Ribeiro do Amaro e Palmares. "É muito importante ter um exame desse tipo perto de casa. As pessoas devem valorizar essa iniciativa, pois nunca tivemos essa possibilidade", disse a dona de casa Célia Abreu, de 65 anos.  

Novo programa - Em outubro, o prefeito Rafael Diniz e o secretário Abdu Nem lançaram o Programa Saúde Distrital na UBS de Morro do Coco. A Região Norte foi a primeira a ser contemplada com a iniciativa, que vai descentralizar o atendimento da rede de saúde para todas as áreas do município. O Saúde Distrital vai chegar a mais cinco áreas: Leste, Oeste, Centro, Sul e Baixada. Entre serviços oferecidos estão fisioterapia, odontologia, enfermagem e médicos especialistas.

terça-feira, 12 de novembro de 2019

Governo vai cobrar contribuição financeira para quem receber seguro desemprego



 Governo vai cobrar contribuição previdenciária de quem receber seguro-desemprego.

O governo vai cobrar contribuição previdenciária de quem receber seguro-desemprego. Essa informação foi confirmada ontem pelo secretário de Previdência do Ministério da Economia, Rogério Marinho.

O secretário informou que essa contribuição vai variar de 7,5% a 11%, e que a medida vai permitir ao beneficiário contar o tempo de recebimento do seguro-desemprego para a aposentadoria. A contribuição previdenciária consta de uma medida provisória assinada ontem pelo presidente Jair Bolsonaro, no entanto, só começará a valer em 90 dias. 

Esse é o período exigido por lei para entrar em vigor qualquer alteração na arrecadação de impostos. A MP envolve o programa de incentivo à geração de emprego para jovens e terá força de lei assim que publicada no "Diário Oficial da União". Para se tornar uma lei em definitivo precisará ser aprovada pelo Congresso Nacional em até 120 dias.

A cobrança previdenciária de quem recebe seguro-desemprego pode render ao governo entre R$ 11 bilhões e R$ 12 bilhões. O secretário informou ainda que o programa Verde Amarelo causará impacto de R$ 10 bilhões aos cofres públicos em cinco anos. Isso porque o programa prevê a redução de 30% a 34% dos custos do empregador. Sendo assim, a empresa que aderir às regras do programa não precisará pagar contribuição previdenciária, do Sistema S e salário-educação. Além disso, a contribuição ao FGTS passará de 8% para 2%, no entanto, essa perda de arrecadação deve ser compensada com a mudança no seguro-desemprego.

Comentários

Fonte: Momento Verdadeiro



Witzel autoriza concurso para a Polícia Civil


O governador do Estado do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, autorizou, nesta segunda-feira (11), a realização de novo concurso para a Polícia Civil. Ao todo, serão abertas 864 vagas, para diversos cargos da corporação. O anúncio foi feito na tarde desta segunda, nas redes sociais do governador.
De acordo com a publicação, serão 597 vagas para inspetor de polícia, 118 para investigador de polícia, 54 para perito legista, 47 para delegado de polícia, 20 para perito criminal, 16 para técnico policial de necropsia e 12 para auxiliar de necropsia. 

Bolsonaro assina medida provisória que extingue o Dpvat

Segundo governo, medida tem por objetivo evitar fraudes e amenizar custos de supervisão e de regulação do seguro

O presidente eleito Jair Bolsonaro durante visita ao Superior Tribunal de Justiça (STJ).


O presidente Jair Bolsonaro assinou nesta segunda-feira (11) medida provisória (MP) extinguindo, a partir de 1º de janeiro de 2020, o Seguro Obrigatório de Danos Pessoais causados por veículos automotores de via terrestre, o chamado Dpvat. De acordo com o governo, a medida tem por objetivo evitar fraudes e amenizar os custos de supervisão e de regulação do seguro por parte do setor público, atendendo a uma recomendação do Tribunal de Contas da União (TCU).
Pela proposta, os acidentes ocorridos até 31 de dezembro de 2019 continuam cobertos pelo DPVAT. A atual gestora do seguro, a Seguradora Líder, permanecerá até 31 de dezembro de 2025 como responsável pelos procedimentos de cobertura dos sinistros ocorridos até a da de 31 de dezembro deste ano.
“O valor total contabilizado no Consórcio do Dpvat é de cerca de R$ 8,9 bilhões, sendo que o valor estimado para cobrir as obrigações efetivas do Dpvat até 31/12/2025, quanto aos acidentes ocorridos até 31/12/2019, é de aproximadamente R$ 4.2 bilhões”, informou o Ministério da Economia.
De acordo coma pasta, o valor restante, cerca de R$ 4.7 bilhões, será destinado, em um primeiro momento, à Conta Única do Tesouro Nacional, em três parcelas anuais de R$ 1.2 bilhões, em 2020, 2021 e 2022.
“A medida provisória não desampara os cidadãos no caso de acidentes, já que, quanto às despesas médicas, há atendimento gratuito e universal na rede pública, por meio do SUS [Sistema Único de Saúde]. Para os segurados do INSS [Instituto Nacional do Seguro Social], também há a cobertura do auxílio-doença, aposentadoria por invalidez, auxílio-acidente e de pensão por morte”, acrescentou o ministério.
A MP extingue também o Seguro de Danos Pessoais Causados por Embarcações, ou por sua carga, a pessoas transportadas ou não (DPEM). Segundo o ministério, esse seguro está sem seguradora que o oferte e inoperante desde 2016.

terça-feira, 5 de novembro de 2019

Governo propõe mudar pacto federativo, liberando R$ 400 bi aos estados e municípios em 15 anos


o      

Proposta envolve mudanças na distribuição dos recursos do pré-sal; e a criação do Conselho Fiscal da República, entre outros.

Bolsonaro entrega ao Congresso pacote de medidas na área econômica
O governo federal divulgou nesta quarta-feira (30) sua proposta de mudança no chamado "pacto federativo" – o conjunto de regras constitucionais que determina a arrecadação de recursos e os campos de atuação de União, estados e municípios e suas obrigações para com os contribuintes.
Mais cedo, a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) foi entregue pelo presidente Jair Bolsonaro ao Congresso. O documento foi recebido pelo presidente do Senado e do Congresso Nacional, senador Davi Alcolumbre (DEM-AP). Acompanharam Bolsonaro o ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, e o da Economia, Paulo Guedes.
Por se tratar de PEC, a proposta precisa ser aprovada em dois turnos de votação no Senado e outros dois turnos na Câmara, antes de ser promulgada e entrar em vigor.
Chamada de "PEC do pacto" pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, a proposta é considerado pela área econômica como o principal eixo do pretendido processo de transformação da economia brasileira nos próximos anos.

O QUE PREVÊ A PEC DO PACTO FEDERATIVO

·         Cria o Conselho Fiscal da República que se reunirá a cada três meses para avaliar a situação fiscal da União, estados e municípios. O conselho será formado pelos presidente da República, Câmara, Senado, Supremo Tribunal Federal (STF), Tribunal de Contas da União (TCU), governadores e prefeitos;
·         Extingue o Plano Plurianual (PPA);
·         Leis e decisões judiciais que criam despesas só terão eficácia quando houver previsão no orçamento;
·         Os benefícios tributários serão reavaliados a cada 4 anos. No âmbito federal eles não poderão ultrapassar 2% do PIB a partir de 2026;
·         A partir de 2026, a União só será fiadora (concederá garantias) a empréstimos de estados e municípios com organismos internacionais, e não mais com bancos;
·         Prevê a transferência de royalties e participações especiais a todos estados e municípios;
·         União fica proibida de socorrer com crédito entes com dificuldades fiscal-financeiras a partir de 2026;
·         Estados e municípios passarão a receber toda a arrecadação de salário-educação e a definir o uso dos recursos;
·         Permite que o gestor administre conjuntamente os gastos mínimos em educação e saúde, podendo compensar um gasto de uma área na outra.
·         Cria o Estado de Emergência Fiscal que vai desindexar despesas obrigatórias e cria mecanismos automáticos de redução de gastos.
Uma das principais medidas é a alteração no processo de distribuição dos recursos do pré-sal, o que resultará na distribuição, aos estados e municípios, de R$ 400 bilhões a mais em 15 anos.
De acordo com o governo, o repasse nos próximo anos de recursos do pré-sal aos entes deve encerrar a disputa judicial sobre a Lei Kandir entre os estados e a União. Estados cobram do governo compensação por perdas nos últimos anos com essa legislação que desonerou as exportações.
Ao fortalecer estados e o Distrito Federal, a União informou que não precisará mais dar crédito para que os entes paguem precatórios (dívidas judiciais). Informou, ainda, que os estados e municípios passam a receber toda a arrecadação do salário-educação e a definir o uso dos recursos.
A proposta inicial do governo contemplava a liberação de R$ 500 bilhões aos estados e municípios nesse período de 15 anos, mas o valor acabou caindo após a "desidratação" da reforma da Previdência no Senado Federal. O Ministério da Economia já havia informado que faria essa compensação.

·          
Apesar de destinar mais recursos aos entes federativos nos próximos anos, a proposta da área econômica é de que sejam vedados gastos adicionais dos estados e municípios em pessoal e custeio – de modo que as transferências adicionais feitas pelo governo sejam utilizadas para investimentos e redução de dívidas.
·          
Desindexação de recursos

Além da chamada "descentralização" de recursos, o pacto federativo também propõe a "desindexação" da economia – que, na medida do possível, as despesas deixem de crescer, de acordo com indexadores – e a "desvinculação". A proposta ficou conhecida como "DDD".
"As despesas obrigatórias serão desindexadas em casos de emergência fiscal. Estão garantidos os reajustes dos benefícios previdenciários e do BPC [Benefício de Prestação Continuada, de um salário mínimo, para idosos e pessoas com deficiência] pela inflação", informou o governo.
A emergência fiscal, segundo o governo, ficará caracterizada quando o Congresso Nacional autorizar o desenquadramento da Regra de Ouro no caso da União, e, nos estados, quando a despesa corrente ultrapassar 95% da receita corrente.
Conselho Fiscal da República

A área econômica do governo também está propondo a criação do Conselho Fiscal da República, que vai reunir integrantes da área econômica, do Congresso Nacional, do Judiciário e dos estados. O presidente Jair Bolsonaro também poderá participar dos encontros.
A proposta é que o conselho analise a cada três meses a destinação dos recursos públicos. O conselho está sendo apelidado de "Copom das contas públicas" – o Copom é o órgão do Banco Central que define os juros básicos da economia, com base nas metas de inflação. O Conselho Fiscal da República acompanhará a execução dos gastos públicos e o cumprimento das regras fiscais.
Pela proposta, compete ao Conselho Fiscal da República:
·         salvaguardar a sustentabilidade de longo prazo dos orçamentos públicos;
·         monitorar regularmente os orçamentos federais, estaduais e distrital, inclusive quanto à respectiva execução;
·         verificar o cumprimento das exigências constitucionais e legais referentes à disciplina orçamentária e fiscal;
·         expedir recomendações, fixar diretrizes e difundir boas práticas para o Setor Público; e
·         comunicar aos órgãos competentes eventuais irregularidades detectadas.
A "PEC do pacto" é uma das três propostas de emenda à Constituição enviadas ao Congresso nesta terça-feira pelo governo.

AS TRÊS PECs ENVIADAS AO CONGRESSO
·         PEC do pacto federativo: dá mais recursos e autonomia financeira para estados e municípios.
·         PEC Emergencial: cria mecanismos emergenciais de controle de despesas públicas para União, estados e municípios.
·         PEC dos Fundos Públicos: extingue a maior parte dos 281 fundos públicos e permite o uso de recursos para pagamento da dívida pública.


   G1



Itaú fechará 450 agências até o final do ano




Depois do Bradesco anunciar que fechará 450 agências bancárias até o fim de
2020, agora é o Itaú que divulga que encerrará as operações em 400 agências
até o final deste ano. Cerca de 3.500 funcionários do Itaú aderiram ao programa
 de demissão voluntária (PDV) do banco, lançado há 2 meses.
Os bancos seguem a tendência irreversível de redução de mão-de-obra,
 em função da tecnologia e migração dos clientes para operações online,
além de reduzirem seus custos com funcionários, sempre muito oneroso
no país em função da legislação e dos encargos.
Segundo o site do Bradesco, o banco conta com 7 agências em Campos:
 três no Centro (2 na Rua 13 de Maio e 1 no Calçadão); e unidades na
 Rua Saldanha Marinho, na Avenida Pelinca, na Avenida 28 de Março
e em Guarus. Já o Itaú conta com 10 agências no município.
Entre os fatores decisivos para o banco determinar que agências fecharão
está a superposição, a proximidade de uma agência com a outra.
 No caso do Itaú, as agências fechadas estão a menos de 500 metros de
 outras agências 
Fontes: O Globo e Valor

segunda-feira, 4 de novembro de 2019

Faetec abre vagas para cursos técnicos em 2020














A Fundação de Apoio à Escola Técnica (Faetec), órgão vinculado à Secretaria de Estado Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti), abre inscrições para diferentes cursos técnicos e 7.205 vagas para Educação Infantil, Ensino Fundamental, Técnico de Nível Médio, Superior e Educação à Distância (EAD semipresencial). As oportunidades são para todo o estado, para ingresso a partir do primeiro semestre de 2020. Os interessados podem se inscrever pelo site do Instituto Selecon (www.selecon.org.br), até o dia 18 de novembro.
As vagas para cursos incluem as áreas de Técnicos em Modelagem do Vestuário; Produção de Moda; Edificações; Estética; Química; Informática; Informática para Internet; Rede de Computadores; Programação de Jogos Digitais; Edificações; Administração; Logística; Enfermagem; Cozinha; Automoção Industrial; Eletrônica; Eletrotécnica; Eletromecânica; Segurança do Trabalho; Meio Ambiente; Construção Naval; Manutenção de Máquinas Navais; Saneamento; Análises Clínicas; Prótese Dentária; Manutenção de Sistemas Metroferroviário; Mecânica; Telecomunicações; Qualidade; Agenciamento de Viagem; Hospedagem; Dança, Eventos; Produção em Áudio e Vídeo; Publicidade; e Secretaria Escolar.
Há ainda a Especialização, para quem já possui Nível Médio em Enfermagem. Para a Educação a Distância, as vagas são para o curso de Administração, e podem se candidatar pessoas que já tenham concluído o Ensino Médio até a data da matrícula.
Para o vestibular, as oportunidades são em Tecnologia em Sistemas para Internet, na Faculdade de Educação Tecnológica do Estado do Rio de Janeiro (Faeterj) Barra Mansa; Tecnologia em Sistemas da Informação e Tecnologia em Gestão Ambiental, na Faeterj Paracambi; Tecnologia em Logística e Licenciatura em Pedagogia, na Faeterj Três Rios; Tecnologia em Processos Gerenciais, na Faeterj Duque de Caxias; Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas, na Faeterj Rio; Licenciatura em Pedagogia, no Iserj; Licenciatura em Pedagogia, no Isepam; Licenciatura em Pedagogia na Faeterj Santo Antônio de Pádua, Itaperuna e Bom Jesus do Itabapoana; e Tecnologia da Informação e da Comunicação, na Faeterj Petrópolis.
Há também o curso Técnico de Teatro, da ETE Martins Pena, onde o ingresso é feito através de Teste de Habilidade Específica, que acontece nos dias 7 e 8 de dezembro, por ordem alfabética.