sábado, 30 de março de 2013

Programação da festa de Nossa Senhora da Penha é divulgada

Com uma extensa programação religiosa, recreativa, esportiva e cultural, a expectativa é de atrair milhares de peregrinos
  





A festa de Nossa Senhora da Penha será realizada de 4 a 8 de abril em Atafona. Anualmente a festa recebe milhares de peregrinos de diversos pontos do país. Com uma extensa programação religiosa, recreativa, esportiva e cultural, a expectativa é de que milhares de peregrinos participem das homenagens, cujos momentos mais esperados são as procissões – fluvial e a pé – a encenação da peça: ”Maria, Mãe de Fé” e a Coroação da Santa.
Veja a programação completa:

Programação Religiosa
Dia 4 de abril (Quinta-feira)

18h – Oração do Terço, com a presença das Comunidades São Pedro, N.S dos Navegantes e Santa Teresinha/Atafona.
18h30min – Chegada do Quadro de Nossa Senhora da Penha no Porto da Penha.
19h – 1º dia do Tríduo da Padroeira
Solene Missa celebrada pelo Bispo Emérito Diocesano D. Roberto Gomes Guimarães, concelebrada pelo Pe. Gustavo Ribeiro dos Santos e cantada pelo Coral Infantil Santa Cecília.
Comunidades visitantes: N.S das Graças/ Enjeitado, Santo Antônio e São João/Pipeiras, N.S do Amparo/Caetá e N.S Aparecida/Vila Abreu.

Dia 5 de abril (Sexta-feira)
18h – Oração do Terço dos Homens.
19h – 2º dia do Tríduo da Padroeira
Solene Missa celebrada pelo Revmo. Bispo Diocesano D. Roberto Ferrería Paz, concelebrada pelo Pe. Gustavo Ribeiro dos Santos e cantada pelo Coro Paroquial.
Comunidades visitantes: Santo Amaro, N. S. Aparecida e São Sebastião (Grussaí). Matriz São João Batista e Comunidades da Sede do Município.

Dia 6 de abril (Sábado)
10h – Curso para o Batismo
18h – Oração do Terço das Mães.
18h30 – Ladainha de Nossa Senhora da Penha.
19h – 3º dia do Tríduo da Padroeira
Santa Missa celebrada pelo Pe. Omar Raposo, concelebrada pelo Pe. Gustavo Ribeiro dos Santos e cantada por Regina e Guinther.
Comunidades visitantes: São Francisco/Campo da Praia, Senhor do Bonfim/Rua Nova, Santa Maria/Degredo e Santo Antônio/Cajueiro.
20h30min- Show de Evangelização com o Pe. Omar Raposo, Pároco do Santuário Cristo Redentor do Rio de Janeiro no Palco 2.

Dia 7 de abril (Domingo)
DIA DA DIVINA MISERICÓRDIA
09h30min – Santa Missa da Divina Misericórdia, celebrada pelo Pe. Gustavo Ribeiro dos Santos e cantada pelo Ministério de Música Nossa Senhora da Penha.
11h – Batizados
15h – Saída da Tradicional Procissão Fluvial pelas águas do rio Paraíba do Sul, onde a imagem de Nossa Senhora da Penha será transladada até o bairro da Baixada de onde sairão as embarcações.
15h – Terço da Divina Misericórdia.
“Com Jesus tudo pode ser mudado, pela força da Oração”.
17h – Chegada da Procissão Fluvial, Coroação de Nossa Senhora da Penha, Homenagem aos pescadores e Benção das embarcações e pescadores dadas pelas mãos do Pe. Gustavo Ribeiro dos Santos.
19h – Encenação do Auto de Maria 2013/ Palco da Igreja
“Um espetáculo de fé e amor”
Tema: Maria, Mãe da Fé.
20h – Tradicional leilão com ricas prendas / Palco 2
As doações deverão ser entregues na própria Igreja com a zeladora.
Meia-noite – Acolhida Festiva do Dia de Nossa Senhora da Penha.

Dia 8 de abril (Segunda-feira)
5h- Alvorada Festiva dando prenúncio ao grande dia dedicado a nossa amada Mãe e Padroeira, realizada pela Banda União dos Operários e acompanhada pelos devotos de Nossa Senhora da Penha.
10h - Solene Missa campal celebrada pelo Pe. Gustavo Ribeiro dos Santos em ação de graças pelo dia dedicado a Nossa Senhora da Penha e cantada pelo Coral Santa Cecília.
11h30min – Batizados
17h- Solene e Tradicional Procissão Terrestre de Nossa Senhora da Penha, percorrendo as principais vias públicas de Atafona, acompanhada pelos acordes e louvores da Banda União dos Operários, da cantora Débora Almeida e por todos os romeiros e devotos da Virgem Maria.
“Atafona, será mais uma vez um mar de Fé e Devoção”.
20h30min – Cerimônia de Coroação de Nossa Senhora da Penha / Palco da Igreja
20h45min – Grandiosa Queima de fogos.
21h – Show com o Pe. Antônio Maria no Palco 01.
23h45min – Solenidade de descida do Quadro de Nossa Senhora da Penha.
Meia-noite- Queima de fogos.

PROGRAMAÇÃO RECREATIVA CULTURAL E ESPORTIVA

DIA 5/4 (SEXTA-FEIRA)
13h - Abertura da Sonorização
20h- Café Literário / Salão Paroquial N. Srª da Penha
Realização: Centro Cultural Narciza Amália/SEMEC-PMSJB
22h - Show com Zé Carlos e Rogério/ Palco 1
Of. Pref. Mun. de São João da Barra
Meia-noite - Show com Forró Levanta Saia / Palco 2
Of. Pref. Mun. de São João da Barra

Dia 6/4 (SÁBADO)
14h - Concurso de Pipas / Porto da Penha
1º lugar – R$ 150,00 Of. Pousada e Restaurante Rio Sol
2º lugar – R$ 100,00 Of. Açougue da Ralfe
3º lugar – R$ 80,00 Of. Ludi Restaurante
16h - Prova de Natação para pescadores / Porto da Penha
Organização e Premiação: Secretaria de Pesca
1º lugar – 1 Rádio de Comunicação (Px)
2º lugar – 1 Isopor de 120 litros
3º lugar – 1 Isopor de 80 litros
20h30 - Show Religioso com Padre Omar / Palco 2
Of. Pref. Mun. de São João da Barra
22h - Quem é o Anjo?/Palco 2
1º lugar – R$ 100,00 Of. Panificação e Confeitaria Rodrigues
22h30 - Show com a Banda TB-6 / Palco 1
Of. Pref. Mun. de São João da Barra
0h30 - Show com Swing Moleque / Palco 2
Of. Pref. Mun. de São João da Barra

Dia 7/4(DOMINGO)
8h– Torneio de Beach Soccer
Realização: Departamento de Esportes da SECTUR/PMSJB
1º lugar – R$ 700,00
2º lugar – R$ 300,00
9h - Corrida Rústica
Realização: Departamento de Esportes da SECTUR/PMSJB
                                                                                                                     
1h - Show com Fabrício e Banda/Palco da Igreja
Of. Pref. Mun. de São João da Barra

Dia 8/4 (SEGUNDA-FEIRA)
14h - Cabo de Guerra para homens/ Porto da Penha
1º lugar – R$ 200,00 Of. Pousada Amiga Márcia
15h - Pau de Sebo homens/ Porto da Penha
Premiação R$ 200,00 Of. T.T.E. Empreendimentos
21h - Show Religioso com Padre Antônio Maria/Palco Oficial
Of. Pref. Mun. de São João da Barra


Fonte: Ascom SJB
Foto: Márcia Lemos 

quinta-feira, 28 de março de 2013

Funcionários do Hospital Ferreira Machado humilham pacientes



 
Acabei de chegar do hospital Ferreira Machado e nunca fui tão mal atendida pelos funcionários do setor de traumatologia. Primeiro, eu fui ao Samdu da Saldanha Marinho e fui atendida pelo médico Dr. Peterson que me encaminhou para o setor de traumatologia do HFM. Entreguei o encaminhamento a senhora que estava na recepção e ela perguntou o que eu tinha. expliquei que estava com muita dor no peito e falta de ar. ela argumentou: "Isso aqui não é emergência. Eu não sei se a Sra. vai conseguir ser atendida".

 
Ela chamou um rapaz super ignorante que disse que a vontade dele era me mandar para sala de cirurgia operar o tórax, pois de madrugada não é hora de procurar atendimento médico. Argumentei que só estava alí, pois a dor era forte demais. Ele falou muito e criticou Dr. Peterson por ter me mandado para o HFM naquele horário.

Com muita dificuldade, consegui bater um raio-X, mas graças a Deus não tem nada quebrado. O médico, Felipe Eulálio Baldi Pessanha, muito educado, me receitou um antiflamatório e perguntou se queria algum remédio para dor e eu disse que não precisava, pois tomei duas injeções no Samdu.

 
Somente este médico e o rapaz do raio-X me trataram com educação. As recepcionistas e o rapaz, todos afros, não sei o nome de nenhum deles,  me trataram muito mal. Teve uma que ainda perguntou. Vc não tinha onde deixar sua filha não? Respondi: “Não, pois moramos sozinhas. Deu vontade de falar. Ela já é uma mocinha e já menstrua, mas disse apenas que eu estava ali, pois trabalho na Câmara e os três médicos vereadores: Abdu Neme, Edson Batista e Dr. Paulo Hirano falam muito bem do HFM”.

 
 

Foi a primeira vez que procurei esse hospital e pretendo nunca mais precisar dele, pois a gente já está fragilizada, doente e ainda é mal tratada? O Hospital não funciona 24 horas? Os funcionários podem criticar os médicos  e falarem barbaridade como fizeram comigo? Estou revoltada, indignada e triste, pois tenho certeza de que o Secretário de Saúde, Dr. Geraldo Venâncio  e a prefeita Rosinha, não sabem como são tratadas as pessoas que procuram atendimento médico a noite no HFM.

 

Muitos pacientes nos corredores e os acompanhantes em um banco sem acostamento. É muito triste. seria bom, Rosinha chegar qualquer dia desse de madrugada no HFM e vai ver como têm funcionários dormindo, pacientes nos corredores a espera de uma vaga em alguma enfermaria, os pobres coitados dos acompanhantes nos bancos. Ela  tinha que mandar  alguém dela no setor de traumatologia e gravasse tudo: imagens e conversas. Me senti humilhada e no final não fiquei quieta não e falei: "A dor não escolhe hora não. Eu não estou aqui porque quero, estou aqui porque preciso e vou comunicar as autoridades competentes o modo como vocês. tratam os pacientes aqui. Eu cheguei no HFM 2 h nesta quinta feira (28-03). É fácil saber as pessoas que estão de plantão.

 
Márcia Lemos

quarta-feira, 27 de março de 2013

Alexandre Tadeu entrega relatório a Câmara Municipal






Em contato com o Departamento de Posturas da Prefeitura de Campos e com o Corpo de Bombeiros, a Comissão Extraordinária de Trabalho, presidida pelo vereador Alexandre Tadeu “To Contigo”, entregou na sessão desta quarta-feira (27) um ofício ao presidente da Câmara Municipal de Campos, Edson Batista, o resultado preliminar da fiscalização em estabelecimentos comerciais de Campos.

Ao todo 209 estabelecimentos foram notificados, sendo que 117 notificações online e 92 presenciais. Do total das notificações, 10 estabelecimentos já cumpriram todas as requisições, 16 já estão com protocolo para o cumprimento das exigências, 151 estão no prazo para a regularização, e outros 12 foram autuados por não cumprirem as exigências no prazo.

Ascom do vereador Alexandre Tadeu.
Fotos: Márcia lemos

Câmara celebra os seus 360 anos e a elevação de Campos como cidade



 


A Câmara Municipal de Campos abriu espaço na sessão ordinária desta quarta-feira (27) para um resumo sobre a história do municipio, exposto pela professora Sylvia Márcia Paes, em celebração ao dia 28 de março, data da elevação da Vila de São Salvador à categoria de cidade e os 360 anos da Câmara.


A historiadora reconstituiu os ciclos históricos mais importantes do municipio, desde o auge e o declínio da agroindustria açucareira, em meados do século passado, mas ressaltou que logo no início da década de 70 foi aberto e começou a ser explorado o primeiro poço de peróleo da Bacia de Campos, com o inicio de um novo momento e a diversificação das atividades econômicas, a partir do fortalecimento do comércio, da pecuária, a indústria de vestuário, da construção civil e cerâmica, além das usinas de açúcar.  


Sylvia acentuou que o municipio se transformou num importante polo universitário (o segundo maior do Estado, só perdendo para a capital), com mais de 40 cursos de graduação em diversas áreas profissionais distribuidos em mais de 13 instituições de ensino superior.


 

Mas os efeitos do crescimento econômico suscitam preocupações na historiadora. “Quando pensamos no futuro da nossa cidade, temas como a explosão populacional e a consequente sobrecarga de transportes, recursos e serviços logo são dispostos. Com o olhar lançado ao futuro, não podemos nos descuidar do presente. São nossas ações de hoje que nos alavancam a um amanhã mais seguro”, observou.

 

Sylvia lembrou que a Câmara, em 1840, contratou o engenheiro Amérlio Pralon por determinação do governo provincial, para realizar obras de melhoria na cidade.

 

Já nos anos 40 do seculo passado, o rápido crescimento populacional e a vertizalização inicial da cidade levou a prefeitura a contratar, em 1944, o escritório do engenheiro Cimbra Bueno para traçar um novo plano urbanístico. Desta equipe, faz parte o urbanista francês Alfred Agache, que elaborava um projeto para o Rio de Janeiro.

 

“O Plano de Coimbra Bueno visava corrigir os erros dos anteriores, com embelezamento e consequentes valorização das áreas centrais, orientando a expansão da cidade integrando os bairros periféricos. Na verdade, pouca coisa do plano proposto por Bueno saiu do papel e se concretizou”, lembrou.  

 

A historiadora alertou sobre a necessidade de o campista abraçar Campos com mais carinho. “Com mais respeito, com mais orgulho do nosso campistês, que não está apenas nas palavras diferentes que podemos pronunciar, mas em todo um modo de ser que nos diferencia e nos substancia frente ao outro”.

 

A historiadora lembrou que em função da acumulação de riqueza local, Campos se constitui como a segunda em arquitetura eclética do Estado do Rio de Janeiro, com cerca de 800 prédios de relevância histporica e arquitetônica e 12 edificações tombadas pelo Inepac e Iphan. “Fio feliz em saber que este patrimônio tenha a Câmara Municipal como guardiã”, disse a palestrante, ao tomar conhecimento de uma sessão especial do Legislativo, no próximo dia 11, para discutir o tombamento de prédios históricos, proposta pelo vereador Rafael Diniz (PPS).    

 

O presidente da Câmara, Edson Batista (PTB), agradeceu a historiadora pela presença na sessão e destacou a atuação e responsabilidade dos vereadores no processo de desenvolvimento de Campos.

 

“A responsabilidade está sob nossos ombros. Tudo que fizermos de certo ou errado cairá em nossa conta. Nosso municipio vive um ciclo virtuoso de desenvolvimento, mas os efeitos deste crescimento são inevitáveis e precisam ser contidos. Há projeções que indicam uma explosão populacional nos próximos anos. Preservar a nossa história é fundamental, como também a qualidade de vida do nosso povo. As oportunidades vão surgir para uma cidade mais próspera, mas os desafios são enormes para que a tenhamos com desenvolvimento, mas com equilibrio. Não queremos reproduzir o passado, com uma sociedade de barões e milhares de pessoas excluídas. Com poucos tendo muito, e muitos praticamente sem nada”, concluiu.   
 
Ascom/CMCG

 

 

 







segunda-feira, 25 de março de 2013

NOVELA: (Salve Jorge): Pescoço será expulso de casa.

NOVELA (Salve Jorge) - Pescoço (Naldo Cunha) vai ser colocado para fora de casa por Delzuíte (Solange Bandin), isso porque o malandro será pego na mentira. Ele vai inventar para a esposa que sua avó faleceu e que terá de viajar para Conceição de Macacu para resolver a situação e liberar o corpo. Mas tudo não passa de invenção do malandro para curtir a noite com a periguete Vanúbia (Roberta Rodrigues).

Mas como mentira tem perna curta... o casal será flagrado, pois o cinema onde estão é roubado e o ladrão tenta fugir mas é preso pela policia, mas na fuga o meliante passa pela fileira onde o malandro está com a periguete e a cena do assalto vai parar na net, isso porque as pessoas usam seus celulares para fotografar o ocorrido.

Ao saberem do assalto os moradores do Alemão acompanham toda confusão pelo computador de Sidney (Mussunzinho) e quem vê o casal pelo computador? Isso mesmo a filha de Delzuíte, Lurdinha (Bruna Marquezine) e uma imprime a imagem para mostrar a mãe. E diz: "Isso foi ontem, no cinema que ele foi com aquela descarada! Não morreu avó nenhuma. Ele pegou foi um vale-night com a senhora!".

Quando o malandro chega em casa, a costureira, que já está cheia de ódio pela traição, o expulsa dizendo: "Cachorro! Esconjurado! Você vai para fora! E eu chorando aqui pela avó dele. Acendendo vela, comprando biscoitinho para você comer junto com aquela 'lixuda', 'piranhuda'. Você nunca mais volta aqui! Some da minha vida que não quero mais ver tua cara nem pintada de ouro!".

FONTE: Momento Verdadeiro

segunda-feira, 18 de março de 2013

Câmara terá sessão especial para portadores da síndrome de down


                Objetivo da sessão, que será às 10h, é superar barreira como o preconceito



O Dia Internacional da Síndrome de Down terá espaço para debates e reflexões na Câmara Municipal de Campos, na próxima quinta-feira (21/03), com a realiZação de uma sessão especial a partir de 10h. O vereador Gil Vianna (PR), autor do requerimento e que teve uma filha que enfrentava o distúrbio, disse que o evento servirá para que sejam superadas algumas barreiras como o preconceito e a exclusão.

 
“A gente percebe que há um olhar diferente, preconceituoso, por parte das pessoas ao tratar as pessoas que tem a síndrome de Down. É importante promovermos esta sessão especial porque vai permitir maior visibilidade porque a gente mostra que são pessoas comuns, crianças que gostam de brincar como qualquer outra. E são seres humanos que precisam do nosso apoio e da ajuda de todos”, afirmou acrescentando que:

“A sociedade está vendo cada vez que não justifica esse tipo de preconceito contra essas pessoas com síndrome de Down que estão cada vez mais nas ruas, na escola, no trabalho. As pessoas começam a perceber que a inclusão é possível e depende de cada um de nós. Basta abrirmos nossos corações para essas pessoas”, acrescenta o vereador.
 
Gil Viana acredita que o trabalho para o avanço da inclusão na sociedade dos portadores da síndrome de donw tem avançado na medida em que agora existem pais como ele em Campos e o deputado federal Romário (PSB-RJ), que igualmente tem uma filha na mesma situação.
 
Já confirmaram presença à sessão representantes de entidades como a APAE, Apõe e Apap, bem como outros segmentos da sociedade civil organizada. O secretário de Governo da prefeitura de Campos, Suledil Bernardino, representará a prefeita Rosinha Garotinho. Haverá também depoimentos de mães e de um autista casado com uma portadora da síndrome.




Ascom

Mais uma vítima! Rachel é assassinada por Lívia com injeção letal

   A socialite é morta bem na hora em que está contando para Helô o que descobriu sobre a máfia


Sem dó nem piedade! Lívia mata Rachel (Foto: Salve Jorge/TV Globo)Sem dó nem piedade! Lívia mata Rachel (Foto: Salve Jorge/TV Globo)

Lívia (Claudia Raia) põe suas garras de fora e mostra mais uma vez do que é capaz. Sem hesitar, a chefona do tráfico aproveita o momento certo para apagar Rachel (Ana Beatriz Nogueira), a sangue frio, com uma injeção letal no elevador do hotel. Afinal, a socialite se tornou uma ameaça para a máfia após escutar uma conversa entre ela e Wanda (Totia Meirelles).


No entanto, Lívia poderá receber o troco. Ela aplica a seringa bem na hora em que Rachel está contando o que descobriu por telefone a Helô (Giovanna Antonelli). A delegada não chega a entender tudo, mas escuta alguma coisa. "Eu descobri tudo, Helô! Da quadrilha daquela Djanira! Você vai cair dura quando souber quem é a chefe!", são as últimas palavras de Rachel.


Lívia se prepara para dar o bote em Rachel (Foto: Salve Jorge/TV Globo)Lívia se prepara para dar o bote em Rachel (Foto: Salve Jorge/TV Globo)
 
Lívia tira suas impressões digitais da seringa  (Foto: Salve Jorge/TV Globo)Lívia tira suas impressões digitais da seringa (Foto: Salve Jorge/TV Globo)
 
É, Lívia fez mais uma vítima, mas será que Helô entendeu o recado? Não perca esta eletrizante cena, que vai ao ar na segunda-feira, dia 18 de março. Saiba mais sobre o capítulo!

sexta-feira, 15 de março de 2013

"Tô Contigo" convida para o Dia do Consumidor





                                  Alexandre Tadeu - Tô Contigo


A Comissão de Defesa do Consumidor da Câmara Municipal de Campos dos Goytacazes, presidida pelo vereador Alexandre Tadeu “Tô Contigo” (PRB), convida a todos para uma homenagem ao Dia Internacional do Consumidor será realizada nesta sexta-feira (15/03), das 9h às 13h, na Praça São Salvador, em Campos dos Goytacazes. O evento é organizado pela comissão, em parceria com o Procon e a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL). A programação vai contar com atendimento jurídico, orientações e distribuição de cartilhas. Sua presença será essencial.

“Tô Contigo”


quinta-feira, 14 de março de 2013

Kellinho toma posse na Câmara






 Juramento de Kellinho
 Discurso emocionado



                                Muitos amigos fora prestigiar a posse de Kellinho



Detentor de quatro mandatos no Legislativo, Kellenson Ayres Figueiredo de Souza (PR), o Kellinho,  tomou posse hoje (14) pela manhã na Câmara Municipal de Campos, na vaga do titular Fábio Ribeiro (PR), que assumiu a secretaria de Planejamento, em substituição a Ana Lúcia Boynard. O presidente da Câmara, Edson Batista (PTB), dispensou protocolos ao presidir a sessão de posse no plenário da Casa, ao invés de empossá-lo no gabinete da presidência.

“Normalmente a posse se daria em meu gabinete, mas em razão do reconhecimento pela folha de serviços prestados pelo vereador  em seus vários mandatos e tendo em vista a presença maciça de seus eleitores que vieram prestigiá-lo, a sessão foi realizada a aqui mesmo num espaço mais amplo no plenário”, declarou.

Kellinho foi saudado pelo presidente do Legislativo e vereadores, além do secretário de Governo, Suledil Bernardino, que representou a prefeita Rosinha Garotinho (PR). O secretário ressaltou a fidelidade e honradez do vereador e explicou a ausência da prefeita que está na Região dos Lagos participando de uma reunião da Ompetro (Organização dos Municípios Produtores de Petróleo).

José Carlos Monteiro (PSDC) frisou que foi cabo eleitoral de Kellinho em outras eleições e chegou a “brigar” pelo vereador. “Não apenas pelo político, mas pelo homem que ele é”, enalteceu. Paulo César Genásio (PSDC) também deu boas vindas ao colega. “Vossa Excelência vai encontrar aqui uma Câmara diferenciada e bastante renovada e com muita disposição para trabalhar. Basta ver o nosso ritmo intenso de atividades. Seja vem vindo”, desejou.  Em nome da oposição, Rafael Diniz (PPS) também se congratulou com Kellinho.

Ao final da sessão de posse, o vereador desceu as escadarias da Câmara, onde foi abraçado pelos eleitores que promoveram também um foguetório para saudar o retorno de Kellinho à Câmara.

Por Paulo Renatos e Fotos de Grevi

Proprietários e ceramistas querem Zona de Proteção Mineral







A Câmara Municipal de Campos, através do vereador Nildo Cardoso (PMDB), deverá propor a criação de uma Zona de Produção Mineral no Município para garantir a proteção e a extração de matéria-prima do setor ceramista. A proporção está tão grande que, protegidas por uma lei federal, empresas de fora estão vindo para Campos com o registro do subsolo dessas terras  sem que os ceramistas saibam realmente os interesses dessas empresas com esses procedimentos. "Inclusive a pesquisa e o acesso a essas áreas só podem acontecer com autorização do proprietário", assinala Nildo.

 Desde 2006, o vereador Nildo Cardoso vem destacando que o setor cerâmico está consciente da necessidade de se implantar a Zona de Proteção Mineral para assegurar que o parque ceramista possa ter reservas de matéria prima (argila) para operar em médio, curto e longos prazos. O vereador destacou que o setor emprega mais de 30 mil pessoas direta ou indiretamente.

Segundo levantamento da Uenf e do Sebrae, praticamente todos os subsolos do Município estão com requerimento para licenciamento. Para se ter uma idéia, argumenta o vereador Nildo Cardoso, isso significa que as jazidas de argila vermelha da Baixada Campista estão em mãos de pessoas que não compraram a terra e nem desenvolvem a atividade em superfície. Até a areia existente no leito do rio Paraíba do Sul, em Campos, até a foz estão sendo registradas.

Nildo Cardoso quer realizar uma sessão especial na Câmara Municipal com todos os ceramistas para discutir o assunto com mais profundidade. Compareceram à reunião os vereadores José Carlos Monteiro, Miguelito, Rafael Diniz, Mauro Silva, Jorge Rangel e Paulo Hirano. Também estiveram presentes os representantes do Cidac, Ranulfo Vidigal e Robson Colla; Marcelo Reis, da Secretaria de Planejamento; Benigno da Silva Neto da Firjan; Wilson Cabral, da Secretaria de Meio Ambiente; Rodolfo Torres do DRM-RJ, Sérgio Wagner Linhares da Fundenor; Adelfran Lacerda da Assessoria de Imprensa de Águas do Paraíba; Denise Melo (Me); Sérgio Souza do GEOSA BS e Eduardo Crespo da Secretaria de Agricultura e Pesca.

Fotos e reportagem de Márcia Lemos

Mais um polo hidratação da dengue será implantado no Hospital São José.

O terceiro polo de hidratação da dengue de Campos será implantado pela Prefeitura no Hospital São José, na Baixada Campista. A data ainda será anunciada. A informação foi concedida pelo secretário de Saúde, Geraldo Venâncio, durante sessão especial na Câmara, na tarde desta quinta-feira (14). O segundo polo do Centro de Referência da Dengue (CRD) foi implantado no Hospital Geral de Guarus (HGG), este mês, pela prefeita Rosinha Garotinho. Já a primeira unidade funciona no Hospital Plantadores de Cana.

Na ocasião, o vereador Dr. Paulo Hirano, líder da base governista, se comprometeu a reunir a Comissão da Saúde, a qual preside, a fim de reunir propostas para a criação de um projeto de lei que garanta a entrada dos agentes de endemias em todos os imóveis, mesmo nos casos em que houver resistência do proprietário ou ausência do mesmo. “Já temos o apoio do Ministério Público que nos garante o acesso a esses imóveis, mas precisamos, agora, criar uma lei municipal que facilite e garanta essa medida”, disse.

Participaram da sessão, ainda, o diretor do Centro de Controle de Zoonoses (CC), Cesar Salles; o direto o CRD, Luis José de Souza; e o coordenador de controle de dengue e roedores do CCZ, Eufrázio Lisboa.
Dr. Paulo Hirano destacou o excelente trabalho desenvolvido pelo diretor do CRD, Luis José, referência no tratamento da dengue no país. “Dr. Luis José tem mostrado ao mundo como se deve tratar a dengue, é um estudioso no assunto e concede diversas palestras Brasil afora, levando o nome de Campos”, lembrou.



Dr. Paulo Hirano quer Dia D da Dengue

 
 

Dr. Paulo Hirano quer Dia D da Dengue

O líder da base governista propôs, ainda, a realização de um novo Dia D contra a dengue no município, não apenas para realizar mutirões, mas para sensibilizar e conscientizar a população e as famílias de que acabar com a dengue é um dever de todos. “Não podemos municipalizar o mosquito da dengue, ele está em todos os continentes. Só existe dengue, porque existem mosquitos. E só existem mosquitos, porque existem os criadouros, e mais de 80% deles estão em imóveis residenciais. A única forma de conter esse avanço da doença é evitando os criadouros novos e eliminando os já existentes”, explicou Hirano.
Segundo o secretário de Saúde, a dengue preocupa ainda mais nos dias atuais. “Temos observado complicações de natureza neuromuscular também, não apenas os sintomas mais conhecidos. Este ano a dengue está acometendo, na grane maioria dos casos, a população com idade acima de 21 anos”, disse.

O diretor do CRD apresentou os sintomas gerais da doença e os específicos de cada sorotipo. “Houve aumento do número de casos abruptamente, apesar dos casos estarem se apresentando de forma menos grave. A notificação de Campos é uma das melhores do estado. O objetivo do CRD é melhorar a notificação, identificar casos precoces, agilizar o tratamento e evitar óbitos”, ressaltou.

Ainda de acordo com Luis José, os pacientes mais suscetíveis a serem acometidos pela doença são as crianças, os idosos, portadores do vírus HIV, alérgicos, pacientes com câncer e com outras doenças graves. Ele apresentou os sintomas da doença, formas de tratamento, o fluxograma para atendimento da dengue em casos de epidemia, os critérios de internação, sinais hemorrágicos, sinais de alerta e de choque.

Kamila e Márcia Lemos

 

quarta-feira, 13 de março de 2013

Posse de Kellinho nesta quinta-feira, às 9 h



O Vereador Kellenson Ayres Figueiredo – Kellinho toma posse nesta quinta-feira, às 9 h, na sala do presidente Edson Batista. Ele entra no lugar de Fábio Ribeiro que assumiu a Secretaria de Planejamento. Em seguida haverá reunião do COMUDES. Na parte da tarde, a Câmara Municipal de Campos  realizará duas reuniões: uma as 14 h sobre a Agricultura e outra, às 16 h sobre a dengue. Diversas autoridades foram convidadas.

Mobilização dos royalties

 Presidente da Câmara de SJB, Aluizio Siqueira

Em defesa dos royalties

É grande a expectativa do presidente da Câmara Municipal de Campos, Edson Batista para a grande mobilização nesta sexta-feira em defesa dos royalties. A concentração está marcada para as 16 h e contará com representantes de municípios vizinhos e autoridades locais. Na sessão desta quarta-feira (13), o presidente da Câmara Municipal de São João da Barra, Aluizio Siqueira compareceu à sessão para falar sobre as perdas que o seu Município vai sofrer com a redução dos royalties. Ele falou dos avanços da cidade, mas disse que não perdeu a esperança. Ele acredita que “o guardião maior, que é o Supremo Tribunal Federal-STF não deixará acontecer essa injustiça com os municípios produtores”.

Diversas indicações e requerimentos foram aprovados na sessão, entre eles, o do vereador Fred Machado que requereu relação das comunidades terapêuticas conveniadas com o Município e dos órgãos para tratamento de usuários de álcool e outras drogas, bem como a relação nominal dos membros eleitos para o Conselho Antidrogas – COMAD e cópia da sua última eleição e das atividades realizadas nos anos de 20011/2012. O requerimento foi aprovado por unanimidade.

O vereador Gil Vianna também teve aprovado requerimento solicitando a realização de uma Sessão Especial pelo transcurso do Dia Internacional da Síndrome de Down. Já a vereadora Auxiliadora Freitas solicitou uma Moção de Aplausos a Direção e toda equipe do Jornal O Diário, pelo transcurso dos seus 12 anos de fundação e pelos excelentes serviços prestados a toda população campista e região.

Como Objeto de Deliberação, começou a tramitar projeto do vereador Álvaro César Faria que dispõe sobre a criação de convênios e contratos para aquisição de gêneros alimentícios diretamente da agricultura familiar, assentamentos rurais e empreendedores rurais, no Município de Campos. Já o vereador Abdu Neme fez um alerta da grande quantidade de tranqüilizantes que tem sido consumido no mundo inteiro.

Fotos e reportagem de Márcia Lemos


Câmara realiza Sessão Especial para discutir royalties


 

Ranulfo Vidigal

Suledil Bernadino


Vereadores e secretários da Prefeitura discutiram o tema na tarde desta terça-feira

A reação contra o golpe que ameaça retirar os atuais valores em royalties dos produtores de petróleo ecoou na sessão desta terça-feira (12) na Câmara Municipal de Campos, onde discursaram vereadores e secretários de municípios da região. O presidente da Casa, Edson Batista (PTB) anunciou que irá designar uma comissão para mobilizar outras câmaras da região a participar da manifestação de sexta-feira na Praça São Salvador.

O secretário de governo, Suledil Bernardino, disse o município terá vários programas sociais comprometidos e contratos com empresas que realizam obras e prestam serviços à prefeitura, gerando caos e desemprego em massa, caso a lei seja sancionada e não haja uma interferência do Supremo Tribunal Federal (STF).

“Programas essenciais que beneficiam milhares de pessoas como o Cheque Cidadão, a tarifa social de ônibus, o financiamento de bolsas de estudo, o de imunização por vacinas, os convênios com entidades filantrópicas são financiados diretamente com recursos dos royalties que essa lei maldita quer nos tirar. Nós só queremos uma coisa: que o Supremo faça cumprir a Constituição, só isso”, protestou.

De São João da Barra, onde a dependência dos royaties é de 70% do Orçamento, o vereador Frank Areas, também enumerou uma série de programas sociais que se tornarão inviáveis sem os recursos. A vereadora Kitiely Freitas, de Quissamã, afirmou que o município se tornará economicamente inviável, já que a prefeitura depende de 60% dos repasses. De São Francisco de Itabapoana, falaram o vereador Marcelo Garcia e o Manuel Alves Junior, que pregaram a união de toda região, mas pediram que todos se unam também para que seu município se torne também produtor de petróleo.

Alexandre Tadeu (PR) advertiu que a nova lei causará desemprego em massa e potencializará a violência que se agrava em Campos. “Somos um município com índices elevados de violência. Temo que estes problemas se agravem ainda mais”, admitiu.
 
Edson Batista reforçou a linha de pensamento do presidente do Cidac (Centro de Informações e Dados de Campos), Ranulfo Vidigal. “A presidente Dilma é quem tem que bancar essa conta. Quem abriu mão de mais de R$ 40 bilhões de receita com uma série de desonerações em tributos é que tem condições econômicas e políticas de transferir esses recursos aos não produtores, mantendo os nossos repasses, que são nossos direitos. Não aceitamos ser penalizados nem iremos abdicar da luta pelo que é nosso”, disse.
 





 
Sem os royalties, finaliza o secretário Suledil, será difícil:
 


        Manter o serviço de ambulâncias,

·      Manter o serviço de marcação de consultas e exames em hospitais filantrópicos,

·     Compromete a construção do Novo Hospital São José na Baixada,

·     Compromete a ampliação do Hospital Ferreira Machado,

·     Manter o programa Saúde na Escola,

·     Manter o programa de bolsas de estudos do ensino fundamental e universitário,

·     Manter o transporte escolar,

·    Compromete a construção de novas escolas e creches modelos,

·     Compromete os serviços de coleta de lixo e manutenção da iluminação pública,

·    Inviabiliza convênios com instituições assistenciais: Irmãos da Solidariedade, Apoe,
     Apae,  Educandário dos Cegos e outras,

·    Manter o programa da Passagem Social,

·    Manter o programa do cheque cidadão,

·    Manter o programa Morar Feliz – 4.500 novas casas,

·    Manter o programa dos Bairros Legais,
 
·   Manter o programa de recuperação de estradas e avenidas,

·    Manter o programa Meu Bairro é Show,

·    Compromete as obras do Centro Histórico e a reforma do mercado e do shopping
     popular,

·   Compromete a construção da Cidade de Criança.
    Com informações do Blog de Cláudio Andrade e Campos 24 Horas

Fotos de Márcia Lemos

   

segunda-feira, 11 de março de 2013

Berna conta para Helô toda a verdade: Adalgisa é Wanda



Turca não suporta mais as chantagens da bandida

 
 
Berna conta para Helô que Adalgisa é Wanda (Foto: Salve Jorge/TV Globo)Berna conta para Helô toda a verdade: Adalgisa é Wanda (Foto: Salve Jorge/TV Globo)
 
Berna (Zezé Polessa) não suporta mais as chantagens de Wanda (Totia Meirelles) e resolve abrir o jogo sobre a verdadeira identidade de Adalgisa a Helô (Giovanna Antonelli). A turca chama a delegada para um bate-papo em seu tablet e coloca as cartas na mesa.
 
"Eu menti! Aquele dia, na delegacia. Eu menti! Aquela mulher que você chamava de Wanda era a Adalgisa!", dispara Berna, que ainda pede para a delegada tomar conta de Aisha (Dani Moreno).

Helô conversa com Berna sobre Wanda (Foto: Salve Jorge/TV Globo)Helô conversa com Berna sobre Wanda (Foto: Salve Jorge/TV Globo)
 
Helô, que de boba não tem nada, logo percebe que o sequestro que a jovem sofreu pode ter sido encomendado por Wanda. "Ela está me ameaçando! Ameaçando a Aisha!", confirma Berna.

Será que Helô vai conseguir colocar as mãos em Wanda com a ajuda de Berna? Não perca a cena, que começa a ser exibida na segunda-feira, dia 11 de março. Saiba mais sobre o capítulo!

Campos realiza ato “Em defesa dos Royalties e da Constituição”

 


Dois importantes momentos de mobilização em defesa dos royalties serão realizados em Campos, nesta semana. A Prefeitura de Campos realiza na próxima sexta-feira, a partir das 16h, grande ato público intitulado, “Em defesa dos Royalties e da Constituição”, uma mobilização contra a aprovação dos vetos da Presidente Dilma Rousseff, pelo Congresso Nacional, que mudou as regras da partilha dos royalties de petróleo, prejudicando municípios e estados produtores.

Ontem, a Prefeita Rosinha convocou uma reunião na sede da prefeitura, que contou com a participação de secretários, vereadores e dos deputados estaduais Clarissa e Geraldo Pudim e federais, Anthony Matheus e Paulo Feijó. A concentração da marcha de sexta-feira será na Câmara Municipal, de onde a população seguirá em direção à Praça São Salvador.

Na reunião, também ficou definido que na próxima terça-feira, às 18h, será realizada reunião no Teatro Municipal Trianon com representantes de todos os segmentos beneficiados em Campos com recursos dos royalties de petróleo. “Estão sendo convidados representantes de todos os segmentos que, de alguma forma, recebem recursos dos royalties: gestores de hospitais, empresários de diferentes setores, enfim, fornecedores em geral”, explica o secretário de Desenvolvimento Econômico e Petróleo, Marcelo Neves.

Segundo o secretário, é importante que toda sociedade de Campos e região, além dos estados produtores, estejam conscientes de que todos irão perder com a mudança na Lei dos Royalties. “A economia terá uma forte retração, gerando muitas perdas para o comércio e para a indústria, causando um círculo vicioso negativo com desemprego em massa e comprometimento do comércio e da indústria”, informa.

- Com a distribuição dos royalties, municípios produtores ficarão comprometidos com a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), que diz que se as contas atingirem o teto da Lei, o município terá que agir, promovendo, inclusive, demissões e, com esta queda brusca de receita, existe uma grande chance de chegar ao teto da Lei. Precisamos fazer uma grande marcha em defesa dos royalties e da Constituição Federal, que foi seriamente desrespeitada e atropelada pelo Congresso Nacional - finaliza.

Ascom Campos

Concurso: inscrições a partir do dia 14 para o Banco do Brasil

 


As inscrições começam às 10h do dia 14 de março e terminam às 14h do dia 12 de abril
concurso 2012
 
 
O concurso público do Banco do Brasil abrirá inscrições no próximo dia 14 para formação de cadastro de reserva para o cargo de escriturário nos seguintes Estados: Amazonas, Espírito Santo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e Santa Catarina.
As inscrições poderão ser feitas até 12 de abril, exclusivamente pelo endereço www.concursosfcc.com.br. A taxa é de R$ 40.
O escriturário atua na comercialização de serviços e produtos do Banco do Brasil, no atendimento ao público, controles estatísticos, entre outras funções. A remuneração é de R$ 1.892. Para se candidatar, é preciso ter no mínimo 18 anos na data da contratação e ensino médio completo.
O exame, formado por uma prova objetiva com 60 questões e uma discursiva, será realizado no dia 26 de maio.

ALERJ APROVA PROJETO QUE OBRIGA A PUBLICIDADE DOS ATOS DE APREENSÃO DE VEÍCULOS

PROJETO DE LEI2011/2013
            EMENTA:
            DISPÕE SOBRE A OBRIGATORIEDADE DE PUBLICIDADE DOS ATOS DE APREENSÃO DE VEÍCULOS PELOS ÓRGÃOS EXECUTIVOS DE TRÂNSITO URBANO, RODOVIÁRIO E TRANSPORTE DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO.
Autor(es): Deputado FLAVIO BOLSONARO


A ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO
RESOLVE:
    Art. 1º - Ficam os órgãos executivos de trânsito urbano, rodoviário e de transporte do Estado do Rio de Janeiro, de conformidade com o art. 37, Caput, da Constituição Federal e o § 1º do art. 2º da Lei Estadual Nº 5.427/2009, obrigados a tornarem públicos, na rede mundial de computadores - internet e Diário Oficial, os atos de apreensões de veículos decorrentes de infrações de trânsito.

    Art. 2º - Os órgãos executivos de trânsito e transporte do Estado do Rio de Janeiro deverão dar publicidade, na rede mundial de computadores - internet e Diário Oficial, dos processos administrativos instaurados a partir da remoção de veículos aos depósitos públicos, dos quais deverão constar as justificativas dos atos administrativos de apreensão, bem como os prazos de aplicação das penalidades - nos termos do art. 3º da Resolução CONTRAN Nº 53/98 ou outra que lhe venha a substituir.

    Art. 3º - Ante o descumprimento do contido no disposto nos artigos acima, os veículos serão considerados irregularmente apreendidos e deverão ser restituídos, sem ônus, a seus proprietários.

    Art. 4º - Esta Lei entra em vigor em 90 (noventa) dias a contar da data de sua publicação.


    Plenário Barbosa Lima Sobrinho, 06 de março de 2013.


    FLÁVIO BOLSONARO
    Deputado Estadual


JUSTIFICATIVA

Inúmeras foram as denúncias recentes relacionadas ao recolhimento de veículos a depósitos públicos ou privados, recebendo o tratamento aplicável à condição de "apreendidos", sem a exigível formalização da declaração de apreensão por autoridade de trânsito. Por outro lado, as matérias investigativas que trouxeram luz sobre as irregularidades praticadas por órgãos públicos e empresas identificados nas denúncias, evidenciaram que veículos são removidos para depósitos que não foram objeto de licitação pelo Estado e, muitas vezes, leiloados sem o conhecimento da autoridade de trânsito.
Apenas tais fatos, sem que seja necessário reavivar inúmeras outras práticas objeto de denúncias pela mídia em geral, tornam evidentes os riscos decorrentes da falta de publicidade na atuação dos órgãos responsáveis pela aplicação das infrações de trânsito - com graves reflexos sobre princípios constitucionais como o do devido processo legal, do contraditório e da ampla defesa.
Acima dos cidadãos, deve a Administração Pública buscar, por todos os meios, evidenciar a legalidade dos atos administrativos e, nesse sentido, nada mais coerente que o atendimento às leis que determinam a transparência, a regra geral da publicidade contida na Lei de Acesso à Informação (Lei Nº 12.527, de 18 de novembro de 2011).
Assim, faz-se importante que o Rio de Janeiro seja dotado de instrumento de transparência capaz de coibir fraudes, ensejar a fiscalização dos órgãos e processos por parte da sociedade e, ainda, permitir o exercício dos direitos à ampla defesa e ao devido processo legal. Convicto da coerência dos argumentos aqui apresentados, submeto o presente PL a meus pares na ALERJ certo da conscientização desta Casa sobre o valor dos aspectos aqui defendidos.

Legislação Citada

Constituição Federal
...

"Art. 37 - A administração pública direta e indireta de qualquer dos Poderes da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios obedecerá aos princípios de legalidade, impessoalidade, moralidade, publicidade e eficiência e, também, ao seguinte: (Redação dada pela Emenda Constitucional nº 19, de 1998)"

...

Lei Estadual Nº 5.727, de 01 de abril de 2009

...

"Art. 2º O processo administrativo obedecerá, dentre outros, aos princípios da transparência, legalidade, finalidade, motivação, razoabilidade, proporcionalidade, moralidade, ampla defesa, contraditório, segurança jurídica, impessoalidade, eficiência, celeridade, oficialidade, publicidade, participação, proteção da confiança legítima e interesse público.

§1º
Nos processos administrativos serão observadas, entre outras, as seguintes normas:

...


VII -
divulgação oficial dos atos administrativos, ressalvadas as hipóteses de sigilo previstas na Constituição da República;"
...

Resolução CONTRAN Nº 53, de 21 de maio de 1998.
...

"Art. 3º O órgão ou entidade responsável pela apreensão do veículo fixará o prazo de custódia, tendo em vista as circunstâncias da infração e obedecidos os critérios abaixo:"